ALE GARATTONI

Carioca em SP, leonina, mãe da MH. Este blog é o meu hobby-recreio e aqui você vai ler posts que agradam aos olhos, à mente, à energia. Com beleza, suspiros e leveza! Cuide de sua alma e inspire-se, para ser & fazer melhor.

Lifestyle

31 dias no Rio: as meninas cariocas da gastronomia

2 de outubro de 2015

Que o Rio é lugar de sol, moda colorida e programações diurnas, todo mundo sabe. Mas que fique claro que, cada vez mais, o carioca tem ótimas opções de gastronomia. A mais recente onda? Jantares exclusivos, em um esquema personal chef para pequenos grupos, seja por meio de delivery de pratos gostosos ou por aulas particulares de chef para partipantes! Três cariocas têm aparecido cada vez mais nas programações e assuntos gourmets da cidade, anote e fique de olho em suas agendas e cardápios!

chefs cariocas
imagem gastronomia via Shutterstock

CHEZ MANU
Em pouco mais de três horas, a chef Manu Biar prepara e ensina o menu completo: da entrada à sobremesa. O combo jantar {que inclui uma taça de vinho} + aula sai por R$ 160 por pessoa. Para conferir datas e menus, clique aqui na página da chef no Facebook.

Chez Manu

GOURMET SAÚDE
Celina Palhares estudou nutrição, foi trabalhar em hospital, mas percebeu que faltavam opções de comida saudável na rua – foi assim que acabou encontrando um nicho para seu negócio. Foi assim que, ao lado da sócia Maria Luiza Marques, criou o Gourmet Saúde, delivery de refeições balanceadas com cardápios variados para todos os dias da semana. Mais detalhes, no site oficial.

Gourmet Saúde

MINHA COZINHA
Sabe aquele dia em que você receberá convidados em casa e quer oferecer um menu especial? O delivery da carioca Bel Castro Neves é sob medida para esteas ocasiões: o cardápio inclui quatro pratos, da mini-entrada à sobremesa. Há também um novo projeto saindo do forno (literalmente!). No Personal Chef, Bel vai até a casa da cliente com todos os ingredientes e receitas e ensina a preparar um menu completo. O valor varia de acordo com o cardápio solicitado. Mais detalhes no instagram @minha_cozinha_.

Bel Castro Neves

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Lifestyle

Tudo sobre o Eataly em São Paulo

20 de maio de 2015

E ele inaugurou! O super-maxi-mega-centro gourmet que em Nova York – a mais famosa de suas filais – é parada obrigatória dos que amam a culinária italiana chegou ao Brasil. Mais especificamente a São Paulo, mais especificamente ainda a uma das avenidas mais conhecidas do Itaim. Já tinha ouvido que a versão paulistana era prevista, mas, como muita gente, levei um baita susto na semana passada ao descobrir que estava tudo pronto. Nesta terça-feira (19.05) foi a inauguração oficial e, já em um primeiro olhar, me arrisco a apostar: vai pegar com tudo em São Paulo, o Eataly é a cara desta cidade!

Eataly SP

O QUE É
Para quem nunca esteve em nenhuma das filiais do Eataly espalhadas por cidades como Dubai, Roma, Istambul e Chicago – além da famosíssima de NY –, uma rápida descrição: pense em um supermercado deluxe, com ingredientes que enlouquecem todos com veia gourmet e/ou que amam culinária italiana. Além de mini-restaurantes para cada especialidade da comida da Itália, há uma enorme área de vendas de produtos, todos selecionados com uma curadoria impecável – pense no melhor do melhor!

Eataly SP

MELHOR QUE NY
Só conheço a tal filial famosa de Nova York e, em comparação com a recém-inaugurada por aqui, já afirmo: em termos de espaço, levamos a melhor. Os corredores são mais largos, a distribuição pelas gôndolas parece mais ‘arejada’, o lugar é melhor estruturado fisicamente falando. E, a somar no meu caso, tem a vantagem de estar a uma distância de dez minutos de casa!

Eataly SP

PODE MELHORAR
O maior desafio da primeira filial da América Latina será o serviço. Sabe-se que {generalizando} os americanos, por exemplo, estão anos a nossa frente quando se fala de excelência no atendimento ao cliente. São pequenos detalhes, mas a mão-de-obra geral para um lugar que se predispõe a atender uma clientela exigente vai pedir muito, muito treinamento contínuo. 99% dos funcionários que vi nesta inauguração eram super solícitos e com desejo de acertar, mas nota-se que ainda não conhecem totalmente o produto com que trabalham. A única nota realmente negativa ficou por conta de uma hostess que organizava a fila de um dos restaurantes. O aviso de ‘mesa disponível’ é enviado por meio de mensagem no celular. Como a espera foi menor do que a prevista, estávamos em outro andar no momento em que o aviso foi recebido e, com o movimento grande, levamos cerca de cinco minutos para conseguir nos apresentar. Sem um sorriso no rosto nem muita boa vontade em servir, ela se limitou a dizer que havíamos demorado muito (?!), que nossa mesa fora cancelada e ponto. Por sorte, outra funcionária estava ao lado e, antes mesmo que precisássemos argumentar (depois de aguardar mais de meia-hora, ainda estávamos em estado de surpresa apenas!), interveio de maneira eficiente e simpaticíssima nos levando até uma mesa pronta. Como foi apenas o primeiro dia, estou certa de que essa será uma exceção à regra! Comi a lasagna e não estava no nível-Eataly de expectativa – embora boa, não era ‘aquela’ massa, sabe?! A pizza da minha amiga, no entanto, pareceu melhor pedida.

Cardápio Eataly SP

ESPAÇOS-DESTAQUE
Além dos restaurantes {incluindo um especializado em… Nutella!}, destaque especial para a padaria e para a área de queijos, ambas com funcionários preparando os produtos atrás de uma vitrine, à vista dos clientes. Tudo super fresquinho! As barraquinhas de frutas frescas lindas bem no centro do primeiro piso são o ponto alto da arquitetura do local e garantem um lindo visual.

Eataly SP | padaria

Eataly SP | queijaria

Eataly SP | padaria

O PARAÍSO DAS COMPRAS
Para brasileiros que, como eu, acabavam mais focados nos restaurantes do que no supermercado {por conta da impossibilidade de trazer alimentos na mala!}, aquelas muitas gôndolas serão o melhor diferencial. Nota mil para arrumação, variedade – não vi preços, deixei as compras para uma tarde mais tranquila ainda nessa semana – e curadoria. Pense em massas frescas e de pacote, sucos prontos em garrafas de vidro, molhos, biscoitos e milhares de delícias das melhores marcas do mundo em seus segmentos. Está tudo lá!

Eataly SP

Eataly SP

QUERO JÁ!
A Nutella que faz homenagem a São Paulo, o livro How To Eataly, as shopping bags de pano pra supermercado {a foto das bolsas abaixo é do ótimo post do MagariBlu escrito pela Ana, minha companhia neste primeiro almoço que já havia ido na pré-inauguração semana passada}, massas frescas, molhos especiais, biscoitos doces italianos, latinhas de castanhas e pistaches, enfim, todas essas frescurinhas culinárias deliciosas – e, por lá, também lindas e bem expostas.

Nutella SP Eataly

shopping bags Eataly SP

PARA AS PRENDADAS
Há, ainda, uma sala com completa programação de cursos de culinária. Ali no meio de ingredientes tão especiais, dá mesmo vontade de colocar a mão na massa, mesmo que a cozinha jamais tenha sido um dom em sua vida!

{imagens: snapchat & instagram @alegarattoni, instagram @eatalybr e MagariBlu}

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Lifestyle

Meus dez restaurantes favoritos em SP

10 de março de 2015

Um lugar para comer bem, assim costuma ser descrita a cidade de São Paulo. Eu não sou expert em gastronomia, não sou gourmet, não tenho sequer paladar adulto, mas, ainda assim, compartilho os lugares que amo escolher para almoçar ou jantar por aqui – sou do tipo que repete os mesmos lugares, os mesmos pratos e esta mesma frase (se você é leitor das antigas, certamente já leu por aqui que sou meio novofóbica!). Eis o top 10 que está nos meus planos mais óbvios e imediatos…
{em todos estes, crianças são bem-vindas – especialmente em almoço ou jantar cedo!}

restaurantes em São Paulo

Ritz: uma das escolhas mais famosas, óbvias e comuns – mas nunca uma escolha-tédio, que fique claro! É meu vício desde bem antes de eu vir morar em São Paulo, quando já saía do aeroporto direto para os bolinhos de arroz e para o penne mediterrâneo. O hambúrguer também vale cada caloria {e taí alguém que entende de hambúrgueres falando!}.

Mani: fiz um intensivão na gravidez, por conta de sua localização super próxima ao consultória da minha obstetra. Tem comida saudável e com ingredientes naturais que consegue agradar até a paladares infantis como o meu. O polvilho de entrada e o talharim de pupunha são para comer rezando.

Nakka: fico com vergonha de postar as fotos deste japa-desejo-eterno na minha vida – só na semanda passada encarei dois dias seguidos, não dá pra enjoar nunca do sushi de barriga de salmão com lascas de limão siciliano. E não, eu não sou patrocinada por eles {infelizmente!}. 😛

Japengo: o fast-food japonês do shopping Iguatemi é o lugar ideal para comer quando estou com pressa e/ou sozinha passeando por lá. O mix de esteira e balcão é o combo perfeito para as duas situações. Escolho os mais básicos.

Fogo de Chão: quando eu ainda era carioca, tinha bem mais o hábito de churrascaria – que, pra mim, precisa ser assim em esquema de rodízio! Esta é minha rede favorita em São Paulo. Do pão de queijo à picanha, tudo é excelente.

Tappo: um italianinho despretensioso nos Jardins que tem massas excelentes e ambiente gostoso para um jantar mais tarde.

Chez Mis: outro que me remete à minha gravidez – e passa a ter peso dois, contando com o quê sentimental da coisa. Não sei se tive exatamente desejo de grávida, mas se tive ele foi o nhoque deste restaurante, que eu comia compulsivamente!

Le Vin: amo o ambiente, amo os pães do couvert, amo o steak tartar com batatas-fritas! Tem filiais nos Jardins e no Itaim e está até nas indicações de lugares paulistanos no meu livro ItGirls (sim, paixão antiga!).

Camelo: nunca pisei neste restaurante antigo, simples e tradicional do Itaim, mas o strogonoff de lá é parte do meu top 3 de deliveries desde que me mudei para São Paulo em 2006.

Le Manjue: desta lista, o mais recente! Outro que faz uma linha mais natureba (é de lá o prato que ilustra o post), sem ser radical demais. O mais bacana é que o cardápio indica o que tem – ou não – glúten e outros ingredientes, facilitando a vida de alérgicos e intolerantes.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…