ALE GARATTONI

Mãe da Maria Helena, profissional de branding e apaixonada por moda e beleza! Meu blog é o espaço "hora do recreio" no qual divido dicas, inspirações, apostas no universo das it girls e minha vida primeira pessoa na maternidade.

Lifestyle

Para quem ama leggings!

14 de outubro de 2016

Uma historinha rápida para situar a dica: no Planeje 2016, workshop que ministrei em dezembro passado, ganhei uma legging da marca de uma das participantes. Não sei por que, mas só agora fui usar pela primeira vez – dia desses, li no instagram das @justrealmoms que maternidade é “quando trocar o pijama de flanela por uma legging preta significa se arrumar!” {e não poderia ter me identificado mais!}. Voltando à estreia da peça… foi amor à primeira vista e uma maravilhosa surpresa. Explico! Além de vestir super bem, acho que foi a primeira vez na vida que uma legging foi até o fim da minha perna e ainda sobrou tecido. Sim, como sou alta, já me habituei às leggings que param na canela.

instagram Just Real Moms

Fui atrás da ficha completa. A marca se chama Djezzy, a minha legging é esse modelo “cós largo” e, mais uma boa surpresa, os preços são super bons. Um único defeito? Tal e qual a grande maioria dos pequenos e-commerces, existe uma barreira no preço de frete, que achei alto para São Paulo – especialmente quando levamos em conta o preço da peça (se compramos algo mais caro, um frete de R$ 50 reais pode quase passar despercebido, mas quando é um item que custa praticamente isso é filosoficamente desconfortável pagar tanto pela entrega). Não é, enfim, um defeito da marca, pois esse é o grande desafio de todo pequeno empreendedor que vende online hoje e não tem um volume de pedidos que o permita barganhar melhores condições em transportadoras.

Ainda assim, deixo a dica da marca Djezzy {aqui o site}, cujo produto tem ótimo custo-benefício!

Djezzy

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Lifestyle

The Coveteur em versão impressa: uma nova “bíblia da moda” 

13 de setembro de 2016

Desde que foi lançado há cinco anos, o site The Coveteur estipulou um novo – e super copiado – formato para fotos de moda: com acessórios em destaque no meio à decoração normal da casa e peças de roupa penduradas em, por exemplo, bicicletas. Tudo com uma estética irretocável e inspiradora, que fique claro! A cada post, anônimos e celebridades fashionistas abriam as portas de suas casas e seus closets para compartilhar, nessa linha que virou marca-registrada inconfundível, um pouco de seus gostos e estilos com uma audiência expressiva que chega a quatro milhões de views mensais. Pois mais uma bem-sucedida empreitada digital se move para o mercado impresso!

livro The Coveteur

Em pleno clima de semana de moda de NY, os primeiros teasers do livro The Coveteur começam a aparecer nas redes sociais. Os arquivos foram revisitados e dão origem a uma publicação indispensável para quem ama moda. A sinopse indica que foram documentados “o processo criativo e a inspiração de 43 estilistas, modelos e editores de moda  que definem o estilo da atualidade”. A lista de famosos que estão nestas coloridas páginas inclui Karlie Kloss, Rosie Huntington-Whiteley, Cindy Crawford, Miranda Kerr e Tavi Gevinson, entre outros.

Desejando também? O lançamento oficial é no dia 18 de outubro, mas o livro em capa dura já está em pré-venda aqui na Amazon americana!

livro The Coveteur

E por falar em livros de moda, lembrete! O guia de instagram da top blogueira Aimée Song, sobre o qual você leu aqui, começa a ser enviado na próxima semana!

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Lifestyle

A {difícil} arte da camiseta básica perfeita: olho nestas marcas!

30 de agosto de 2016

Mas, afinal, o que pode haver de difícil em um item tão, tão simples como a camiseta básica? Pois bem, esta é exatamente a questão! Quanto mais básica uma peça, mais a qualidade – ou falta dela – tende a aparecer. E mais: é por ser uma roupa sem muito espaço para criatividade que aquela bossa, aquele algo mais indefinível, faz TODA diferença. Se você também é do time que não dispensa o uniforme democrático jeans + t-shirt, olho nas coleções destas três marcas {e em suas modelagens, em seus recursos de styling…}. Básico sim, bobo jamais!

camiseta básica Anine Bing

ANINE BING
A marca da ex-modelo dinamarquesa nasceu em Los Angeles e, nos últimos meses, ganhou sete filiais na Europa. E Anine é a personificação do estilo jeans e camiseta com bossa – seu uniforme do dia a dia nunca, nunca fica sem graça! Vale apostar nos modelos navalhados (que abriu este post na imagem acima), na gola V meio propositalmente “esgarçada” e na modelagem muscle, com braços 100% de fora e cavas mais abertas!

anine bing

LUDIK
A novíssima marca própria do e-commerce Style Market segue esta proposta do básico com um toque extra final! Amo as peças no estilo destruído, que misturam o corte de navalha na gola a furos por toda a camiseta.

Ludik Style Market

GALA BASIC WEAR
Eis uma marca que, desde que foi lançada, sempre aparece por aqui: suas coleções levam a sério o mix de materiais de boa qualidade, modelagens super atemporais e um quê a mais, que pode vir em uma estampa de listras (amo todas!) ou num tom bordô. Taí uma linha que dá vontade de colecionar, uniforme mesmo!

Gala Basic Wear

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…