ALE GARATTONI

Mãe da Maria Helena, profissional de branding e apaixonada por moda e beleza! Meu blog é o espaço "hora do recreio" no qual divido dicas, inspirações, apostas no universo das it girls e minha vida primeira pessoa na maternidade.

Lifestyle

CC Cream Aveeno: paixão de beleza da vez

6 de dezembro de 2016

Sempre indicado em revistas internacionais de beleza, o CC Cream da Aveeno cumpre com louvor sua função: a cobertura é sutil, mas super eficiente – dispensei até o corretivo num uso de dia a dia! Vale dizer que, até aqui, nunca tinha realmente curtido nenhum produto nesta proposta BB/CC Cream, seja pelo efeito ou pela textura. Mas, mesmo depois de várias decepções na categoria, resolvi dar uma chance a este tão elogiado. Bingo! Já virou meu item de pele de todos os dias.

Por que amei? A aplicação é super fácil e o produto parece mimetizar rapidamente na pele, que fica super boa e uniforme (reforçando que é um CC, logo, não tem a cobertura de uma base, por exemplo). De quebra, tem um cheiro levinho delicioso, o que apenas aumenta seu poder de criar desejo.

CC Cream Aveeno

Em tempo: embora a marca tenha desembarcado há pouco tempo no Brasil, este item não está disponível nas farmácias locais, ao menos por enquanto. O meu comprei na Amazon americana. Ele está disponível nos Estados Unidos em dois tons e o meu é o Fair to Light.

Custa US$ 12 e mesmo pagando o dobro disso por causa dos impostos de importação achei que super valeu a pena. Ah, como o frete da Amazon tem um mínimo fixo, recomendo encomendar junto com outras compras, para “diluir” um pouco a taxa de entrega e dar uma sensação de melhor negócio. Como amo e-commerce…!

Se você está em busca de uma cobertura levinha para o dia a dia, recomendo fortemente este clique aqui. E se tiver viagem marcada, faça a festa: o CC Cream está à venda em todas as boas farmácias dos EUA.

CC Cream Aveeno
foto da campanha da linha Aveeno Positively Radiant, estrelada por Jennifer Aniston

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Lifestyle

Acessório oficial da temporada: bolsa vinho, você vai desejar uma!

6 de novembro de 2016

Experimente passear pelas páginas de qualquer revista internacional de moda deste mês: campanha após campanha, editorial após editorial, as bolsas cor de vinho dominam praticamente por unanimidade. Céline, Fendi {com Kendall Jenner na campanha}, Longchamp, Max & Co {que tem como garota-propaganda Olivia Palermo}, todo mundo elegeu este tom para o acessório, seja em formato shopping bag, tiracolo ou clutch.

fendi

max and co

Vai navegar nos e-commerces americanos de redes como Zara ou J.Crew? Mesmo cenário, ninguém deixou a peça de fora nesta coleção. Ok, o hemisfério norte está na temporada outono-inverno, estação que priviegia mesmo cores mais fechadas. Mas, inconsciente coletivo ou globalização, é fato que a situação não muda quando as revistas em questão são as brasileiras. Impossível não se contagiar com tantas referências desejáveis!

zara
o modelo da Zara, já disponível no e-commerce da loja nos EUA

Para aderir à tendência com preços mais (e em) reais, vale conferir as versões da Pitu Bags (no modelo bolsa Livia) e da iD-Bags. A marca carioca – que aparece aqui no blog desde 2013, quando ainda estava no comecinho – tem agora, além do modelo tote tradicional, uma novíssima bolsa tiracolo que segue a mesma proposta de basiquinha-indispensável e lembra a proposta do modelo da J.Crew. Para encomendar!

pitu bag
a versão da paulistana Pitu Bags

j. crew

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Lifestyle

Para quem ama leggings!

14 de outubro de 2016

Uma historinha rápida para situar a dica: no Planeje 2016, workshop que ministrei em dezembro passado, ganhei uma legging da marca de uma das participantes. Não sei por que, mas só agora fui usar pela primeira vez – dia desses, li no instagram das @justrealmoms que maternidade é “quando trocar o pijama de flanela por uma legging preta significa se arrumar!” {e não poderia ter me identificado mais!}. Voltando à estreia da peça… foi amor à primeira vista e uma maravilhosa surpresa. Explico! Além de vestir super bem, acho que foi a primeira vez na vida que uma legging foi até o fim da minha perna e ainda sobrou tecido. Sim, como sou alta, já me habituei às leggings que param na canela.

instagram Just Real Moms

Fui atrás da ficha completa. A marca se chama Djezzy, a minha legging é esse modelo “cós largo” e, mais uma boa surpresa, os preços são super bons. Um único defeito? Tal e qual a grande maioria dos pequenos e-commerces, existe uma barreira no preço de frete, que achei alto para São Paulo – especialmente quando levamos em conta o preço da peça (se compramos algo mais caro, um frete de R$ 50 reais pode quase passar despercebido, mas quando é um item que custa praticamente isso é filosoficamente desconfortável pagar tanto pela entrega). Não é, enfim, um defeito da marca, pois esse é o grande desafio de todo pequeno empreendedor que vende online hoje e não tem um volume de pedidos que o permita barganhar melhores condições em transportadoras.

Ainda assim, deixo a dica da marca Djezzy {aqui o site}, cujo produto tem ótimo custo-benefício!

Djezzy

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…