ALE GARATTONI

Mãe da Maria Helena, profissional de branding e apaixonada por moda e beleza! Meu blog é o espaço "hora do recreio" no qual divido dicas, inspirações, apostas no universo das it girls e minha vida primeira pessoa na maternidade.

To Grávida

Já comprou o presente de dia dos professores?

6 de outubro de 2015

Foi só no ano passado que conheci essa função: escolher presentes para as professoras dos filhos. Claro que é delicioso, justo e prazeroso mimar aquelas que cuidam do que temos de mais precioso na vida, mas, ao mesmo tempo, costuma ser uma tarefa difícil – já que não conhecemos os gostos, não temos real intimidade, não sabemos como agradar exatamente em uma semana na qual elas já são super presenteadas. Para mães com mais anos de carreira, este post pode parecer a ideia mais boba do mundo, mas, admito, no ano passado me peguei dando Google atrás de ideias. E é pensando nestas mães de primeira viagem – e última hora – que elenquei cinco dicas úteis e fofas!

SOB MEDIDA
Sou, vocês sabem, uma viciada em papelaria personalizada – tem algo mais gentil e gostoso do que receber um cartão só seu escrito a mão?! Sem falar na boa impressão que causa! A Paper K, marca da talentosa Katia Ouang, preparou uma versão especial para a data: são caixinha de acrílico com dez cartões personalizados com o nome da pessoa + envelope. Uma infinidade de cores e estampas podem ser escolhidas ‘ao gosto do freguês’. Para conseguir ficar pronto a tempo, recomendo encomendar já {o preço por unidade varia de acordo com a quantidade encomendada – uma sai a R$ 85 e a partir de cinco, R$ 60/cada}! Mais informações no site da Paper K ou no instagram @paperkpapelaria.

Paper K

COM AÇÚCAR, COM AFETO
O clássico, o insubstituível, o incomparável… brigadeiro de panela! A Colher de Brigadeiro montou especialmente para a data um kit com duas, quatro, dez ou 40 colheres, com cobertura a escolha do cliente. Os valores vão de R$ 10,00 a R$ 150,00. Mais informações no instagram @acolherdebrigadeiro.

A Colher de Brigadeiro

SESSÃO SPA EM CASA
Que mulher resiste a produtos de beleza – e estas heroínas que controlam com maestria e paciência grupos de mini-pessoas sempre precisam de um momento-relax, certo? O kit relaxante para os pés da Granado (R$ 66,50) é uma delícia e atende os dois casos!

Kit Granado

VEM CHEGANDO O VERÃO
Da lista dos presentes utéis e necessários, certamente a toalha de praia/piscina agrada a muitos gostos diferentes. Essa da Salinas (R$ 139,00) tem uma cor que é a cara do verão!

toalha Salinas

ALUNO-CORUJA
Você sabia que a coruja – que representa sabedoria – é o símbolo dos professores? Acessórios este tema são, assim, uma ótima pedida para presenteá-los! Vale brinco, colar, pingente… A pulseira da Amo Muito (R$ 28,00) é uma boa opção.

Pulseira Amo Muito

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

To Grávida

31 dias no Rio: para as futuras mamães cariocas

3 de outubro de 2015

Essa vai para as futuras mamães (& papais) cariocas. Há tempos escuto em coro de todas as amigas grávidas o nome de uma francesa expert em tudo relacionado a gestação e recém-nascidos – sempre rodeado dos mais diversos elogios! Falo de Stephanie, uma francesa que se mudou para o Brasil ainda na adolescência e hoje dá aulas a casais grávidos, acompanhando temas como pré-natal, tipos de parto, partos gemelares, shantala, preparação de papinhas pós-nascimento, amamentação e cuidados no dia a dia. Como uma ex-mãe de primeira viagem, sei que o instinto fala mais alto, mas que uma ajuda de especialista é muito, muito bem-vinda para nos dar mais segurança.

Stephanie BB
imagem: reprodução site Stephanie

Os cursos básicos de Stephanie duram cerca de três horas cada {são 12 temas diferentes no cardápio, do pré ao pós-parto} e custam R$ 200 por casal. A indicação é para começar o programa na 22ª semana de gravidez. Há, ainda, a opção de aulas particulares no primeiro mês do bebê, levando a teoria para a prática especificamente para cada família. A escola fica em Copacabana e, para mais informações, este é o site oficial.

Stephanie Sapin
imagem: Diário do Vale

UPDATE: uma leitora marcou o Facebook de Stephanie na minha fanpage e, fuçando por lá no fim de semana, descobri que ela lançou um livro compilando suas experiências e ensinamentos. Nasceu, e Agora? {clique no link para ver e/ou garantir o seu} pode, agora, levar a ajuda providencial da francesa a mamães de primeira viagem de todo o país!

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

To Grávida

Mamãe, conta aí: Renata Maaz 

29 de setembro de 2015

Uma pequena (pequena?!) introdução sobre a Re, que eu conheci há uns quatro anos em um almoço de trabalho: ela é fonoaudióloga clínica e atende no consultório duas vezes por semana; também dá expediente na Epiphanie, marca de joias da qual cuida do blog oficial e dá consultoria na parte institucional; na paralela, gera conteúdo digital para outras duas empresas. Agora some tudo isso a um detalhe extra… Renata é mãe das gêmeas Isabel e Julia, de cinco anos!

A jornada mãe-profissional-dona de casa certamente exige muitas horas do seu dia {Re, que tal um curso pra ensinar essa otimização de tempo?!}, mas ela ainda está sempre linda, impecável e consegue cumprir a agenda social que sua carreira pede. E só de ver as fotos em suas redes sociais sabemos que a sintonia de mãe e filhas não se abala nem um pouquinho, elas são grudadas e super sincronizadas – além de parecidas. Pra matar a curiosidade sobre este dia a dia, batemos um papo. Conta aí, Re…

Renata Maaz

* O que toda mãe sabe, mas não conta (e a gente só descobre depois de dar à luz)?
Como fica fácil e natural deixar tudo pro segundo plano e priorizar tudo que vem dos filhos. E não do jeito ruim, doentio, em negação a si própria! Não! É visceral! Vem dessa capacidade indescritível de amar tanto essas criaturas que saem da gente. Outro dia li que ser mãe é ser ‘fazedor do improvável’. É ter a maior das coragens e os mais bobos dos medos. É isso! 

* Se você fosse garota-propaganda de um produto baby, qual seria?
Bepantol! Pegava da bandejinha delas e passava nas cutículas, na boca, na pele. Muito antes do ‘Bepantol boom’…

* O que você faz quando quer se desligar um pouco da vida corrida de mãe?! (um hobby, um lazer, um ritual de relax…)
Eu preciso ter tempo. Esse é o maior dos luxos, né? Mas descobri um grande prazer ao começar a treinar Muay Thai ou devorar um daqueles livros bem desprovidos de pretensões no Kindle. 

* O que (em você) te surpreendeu depois que virou mãe?
Fiquei com o corpo beeem melhor depois de ser mãe! Algo que eu duvidava – piamente – quando alguém me contava. Especialmente quando se está grávida. De gêmeos. E como me acho mais feliz e poderosa depois de ser mãe! A gente gera e dá à luz. Difícil sair imune depois de perceber o tanto de milagre que tem no processo!

* Como mãe de gêmeas, qual dica você daria para mães que estão esperando mais de um filho?
Que difícil responder isso! Acho que eu falaria para não terem medo do que está por vir. Se é trabalho em dobro – o que eu não acho que seja –,  você  terá o triplo de pessoas da família e amigas dispostas a dar uma mão. Hoje sei que gerei melhores amigas, tão companheiras delas mesmas que tudo vale a pena.   

* Como é conciliar seu trabalho com a rotina de duas crianças pequenas em casa?
Insano define. Trabalho em vários lugares, vou e volto, me divido em playdates simultâneos em casas diferentes, tem a escola, tem o drama das atividades extracurriculares, tem aquela semana fatídica em que uma passa virose pra outra. Enfim, a gente vira equilibrista. E sobrevive, feliz da vida! E praquelas que reclamam que não tem tempo PRA NADA e ainda não tem filho, a gente entoa: ‘sabe de nada, inocente!’

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…