ALE GARATTONI

Carioca em SP, leonina, mãe da MH. Este blog é o meu hobby-recreio e aqui você vai ler posts que agradam aos olhos, à mente, à energia. Com beleza, suspiros e leveza! Cuide de sua alma e inspire-se, para ser & fazer melhor.

Lifestyle

Musa de estilo-maternidade: Christine Andrew

26 de Maio de 2015

Voilá! Encontrei uma nova musa de estilo-maternidade para dividir meu foco com Anine Bing, que já coleciona citações e posts especiais por aqui. Não lembro exatamente como, comecei a seguir Christine Andrew no instagram e, de lá, fui levada ao Snapchat dela logo que passei a usar o aplicativo e ainda não tinha muita gente pra seguir. Foi só então que comecei a prestar mais atenção em seu estilo como mãe do pequeno Beckam, de um ano. Cinco razões específicas chamaram minha atenção…

Christine Andrew

RAZÃO #1: CABELO IDEAL DA VEZ
Coincidência ou não, eu transformei um cabelão no meio das costas em um no comprimento dos ombros em 2007, 2009 e 2011. Em 2013, pulei a rotina da tesoura radical dos anos ímpares, mas acho que não conseguirei seguir 2015 imune a ela! Essa explicação mostra que Christine começou a despontar em meu radar porque, tal e qual Anine, passou por um corte radical depois de ser mãe e, na minha opinião, ganhou muito mais bossa com o novo visual {mesmo caso de Anine, por sinal}. Ela é hoje minha musa ‘capilar’ do momento! E, vendo este vídeo, tem um quê de Lauren Conrad em versão mãe, não tem?!

Christine Andrew

RAZÃO #2: PEÇAS BÁSICAS
A verdade é que, com filhos pequenos, a gente até usa um salto aqui, um look mais elaborado acolá, mas visuais mais pé-no-chão {literalmente!} dominam a cena. E Christine leva charme pro jeans, pra malha básica e até pro look de ginástica.

Christine Andrew

Christine Andrew

Christine Andrew

Christine Andrew

RAZÃO #3: PASSEIO ENTRE ESTILOS
Verdade seja dita: Christine tem uma moda bem menos consistente do que Anine, por exemplo – que sempre vai no jeans e camiseta com bons acessórios. E, para ser ainda mais honesta, é correto dizer que ela às vezes passeia entre estilos e nem sempre acerta. Sinceramente? Isso {ao menos pra mim!} acaba sendo um oásis no meio de tanta perfeição profissional na internet! Passo direto por alguns de seus looks, mas boa parte deles vai direto pra pastinha do Pinterest {especialmente os mais recentes, a maternidade fez muito bem a ela}!

Christine Andrew

Christine Andrew

RAZÃO #4: UM QUÊ DE LEVEZA PERMANENTE
Essa observação vem, provavelmente, de seu perfil no Snapchat. Não sei muito sobre a vida pessoal da moça – seu site diz que ela é sul-americana, alguém arrisca o país? – e o sorriso no rosto pode parecer um lugar comum para alguém que tem aquele filho fofo, um marido gato e vive viajando pelo mundo, mas… tem algo além! Christine passa em seus vídeos uma leveza que acaba deixando-a ainda mais bonita. Afinal de contas, não tem acessório mais poderoso que felicidade de verdade, né?!

Christine Andrew

RAZÃO #5: O QUE É ESSE BEBÊ?!! <3

Christine Andrew

Christine Andrew

Christine Andrew

Para seguir Christine: blog, instagram e Snapchat = hellofashblog.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Lifestyle

Moda de grávida: o que eu vesti na minha gravidez

22 de Maio de 2015

Dias atrás, recebi um e-mail-sugestão de post perguntando sobre o que eu vesti na minha gravidez. Foi só então que me dei conta de que nunca escrevi sobre isso aqui no blog. Como não sou muito adepta dos looks do dia, não tenho muitos registros meus, mas vou compartilhar as ideias que segui ao longo de três fases que dividiram os nove meses de espera de MH – acrescentando fotos de grávidas que me inspiram.

O que eu vesti na gravidez

FASE 1: TUDO IGUAL!
O primeiro trimestre de uma primeira gravidez é conhecido como aquela fase em que todas as mulheres olham todos os dias para a barriga na esperança de vê-la começar a despontar! Cada corpo terá um tempo, mas é sabido que barriga de primeira gravidez demora mais mesmo. No meu caso, segui com vida absolutamente normal até entrar no 5º mês, usando as roupas que eu já usava antes {ainda que os quilos já tenham começado a aumentar desde a primeira semana – mais por culpa da torta alemã do que por efeito do feto mesmo!}.

Ale Garattoni Grávida 4m
{quatro meses de gravidez, mesmas roupas de sempre}

Hedvig grávida
{Hedvig, musa de gravidez}

FASE 2: OI BARRIGA, OI QUADRIL!
Com cinco meses completos de gravidez, finalmente eu tinha essa pancinha da foto abaixo, com vestido branco. E tinha também seios enormes {sutiãs enormes, aliás, foram a primeira necessidade de compra, lá atrás nas primeiras semanas de gravidez} e um quadril que já barrava minhas calças de não-grávida. Não queria comprar ‘roupa de grávida’, mas me rendi a um jeans com elástico na barriga (uma loja gringa para grávidas, não lembro o nome), um jeans da 7 for all Mankind com ajustes nas laterais (foi ajustado pela própria loja da marca em SP), uma pantalona de seda com elástico marinho da FIT e uma calça preta básica da Mammy Gestante. Me virava com essas únicas partes de baixo mixadas às minhas partes de cima normais – usava basicamente camisetas, regatas e muito eventualmente jaquetas, pois estávamos no verão.

Ale Garattoni Grávida 5m
{com cinco meses completos, eis a barriguinha finalmente!}

Ale Garattoni Grávida 5m e meio
{cinco meses e meio, grávida principalmente nos quadris, usando a calça básica Mammy Gestante}

FASE 3: NADA CABE!
Já com uns oito meses, na reta final, a barriga fica de fato grande e a grávida fica mais incomodada, querendo ainda mais conforto – ao menos, foi o meu caso! Foi nesta época que, ao comprar os conjuntos pra eu usar na maternidade, descobri uma calça da loja Silmara Bebê que eu AMO até hoje (de tempos em tempos compro uma tamanho P pra vestir em casa no dia a dia e já usei até pra viagem longa de avião!). A peça é larguinha (tipo pantalona), de uma malha deliciosa e tem um ajuste meio drapeado na cintura, que dá um efeito bem bacana. Se chama calça Flavia e tinha um preço super bom. Arrematei duas em tamanho M e posso dizer que as revezei ao longo do meu último mês de gravidez, sempre usando com regatas {fotos abaixo}. Comprei também na Silmara um vestido soltinho da mesma malha leve da calça. E foi tudo!

Ale Garattoni Grávida 9m
{na reta final, com a famosa calça Flavia, na fase em que só mudava bolsa e sapato!}

Hedvig grávida
{Hedvig sendo musa até a reta final!}

CONCLUSÕES FINAIS
#1 A blogueira norueguesa Hedvig, das fotos que ilustram o post ao lado das minhas, foi minha musa de gravidez – ela teve sua bebê uns dois meses antes de mim!
#2 Deve ser mais fácil montar looks legais de grávida no inverno de verdade
#3 Para mais inspirações, eis a tag ‘estilo na gravidez’, com alguns outros posts sobre o tema!

Hedvig grávida

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Lifestyle

A festa Três Porquinhos dos dois anos de MH

11 de Maio de 2015

Na semana passada, contei aqui sobre a festinha com tema Peppa Pig que comemorou, em família no Rio, o segundo aniversário da minha MH. Dias depois, voltamos a São Paulo e foi a vez de uma nova comemoração – também em petit comité, mas na escola, basicamente para seus oito coleguinhas e duas professoras. Quem me acompanha no instagram @alegarattoni viu imagens em tempo real e, nesta caso, as fotos certamente falam mais do que as palavras {da série ‘as vantagens de ter papai fotógrafo’!}, mas vou resumir um pouco do que preparei para a data.

festa três porquinhos

O primeiro passo, claro, foi a escolha do tema. Como já havia usado a musa oficial de MH – Peppa Pig! – no Rio, resolvi eleger um tema das antigas, que fosse lúdico, tivesse algum material pré-pronto (essa parte eu admito que foi menos fácil do que eu imaginava, as lojas de festas só têm espaço para Peppa e Frozen atualmente em suas prateleiras!) e, como sempre, que pudesse ser fotogênico. Cheguei à festa Três Porquinhos, historinha que fez, faz e fará parte da infância de todo ser humano.

bolo três porquinhos

COMO FUNCIONOU
Ao contrário da pré-escola antiga de MH (ela não chegou a fazer aniversário lá, pois entrou com um aninho), nessa os pais participam da festinha. Entramos durante o recreio da turminha no pátio externo e preparamos tudo em 20 ou 30 minutos. É tudo super simples e a comemoração não dura mais do que meia-hora, então basicamente arrumamos mesa, bolas e lembrancinhas. A reação de surpresa da minha pequena quando nos viu inesperadamente na sua sala é um desses momentos de se guardar num potinho.

entrada MH
{#MeioDesconfiada}

NA MESA
O bolo foi o ponto central dos meus preparativos, exatamente por ele poder ser mais facilmente customizável e servir para identificar 100% o tema. Encomendei com a Renata McKay (@cupkaybyrenata no instagram), com quem eu já tinha comprado bolo em mêsversário da MH tempos atrás, e fiquei MUITO feliz com o resultado. Foi um dos bolos mais lindos, delicados e detalhados que já vi. Os porquinhos escondidos debaixo de uma coberta me deixaram com dó eterna de partir aquela obra de arte! Ahh, mas ainda bem que partimos, pois o recheio de massa branca com doce de leite era aquele tipo de caloria que vale o que pesa! Em volta do bolo, brigadeiros e casadinhos – preparados pela avó paterna, uma expert no assunto! #VouEmpresariar – colocados dois a dois em cestinhas que comprei na Rica Festas. Na mesma loja, comprei pratos, copos, talheres e guardanapos lisos, pois não havia nada com o tema específico {e sabe que acabei curtindo mais a ideia dos itens lisos, em cores coordenadas com o bolo? Ficou clean!}.

detalhe porquinhos

mesa posta festa três porquinhos

detalhe doces

LEMBRANCINHAS
Sem exageros, com criatividade e um quê próximo ao tema: esse era meu ideal de lembrancinha para as crianças. Lá mesmo na Rica Festas, comprei esta cestinha coordenada com a dos doces – que, na minha cabeça, remete ao cenário dos porquinhos! – para ser usada como embalagem. Também lá comprei potinhos de bola de sabão {o desenho mais próximo era o de coruja}. Para finalizar, livros de colorir com o tema da festa, uma caixa de giz de cera daquele mais grosso, melhor para os pequenos, comprada na Kalunga e… biscoito Globo, claro – compramos em São Paulo no Emporio Santa Maria. As etiquetas de agradecimento, feitas por mim e impressas em papel couché de gramatura maior, foram coladas com fita dupla-face na capa dos livrinhos.

cantinho lembracinhas três porquinhos

lembracinhas três porquinhos

cartão festa três porquinhos

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…