ALE GARATTONI

Carioca em SP, leonina, mãe da MH. Este blog é o meu hobby-recreio e aqui você vai ler posts que agradam aos olhos, à mente, à energia. Com beleza, suspiros e leveza! Cuide de sua alma e inspire-se, para ser & fazer melhor.

Lifestyle

Seja uma estrela em 2013!

19 de dezembro de 2012

Uma teoria que gosto muito é a do “projeto 21 dias”, que diz que tudo aquilo que fazemos por 21 dias consecutivos se torna um hábito – e, por isso, passa a fazer parte da nossa rotina normalmente. Falei sobre isso no livro ItGirls (já tem o seu?!) e sempre tento colocar em prática na minha própria vida.

Projeto 21 dias

Coincidência ou não, aproveitando que estamos numa boa época para estabelecer novos padrões, vi nessa semana mais uma matéria reforçando a teoria. Trecho da revista Alfa deste mês afirma: “É possível introduzir novos hábitos na sua rotina. (…) Se você insistir o suficiente, pode transformar qualquer coisa em um hábito”. E, de quebra, indica o best-seller O Poder do Hábito: Por Que Fazemos o que Fazemos na Vida e nos Negócios (link aqui, já quero ler!).

Frase Allure

Toda essa introdução é para incentivar que, em 2013, a gente dedique mais tempo para gente. Que se cuide mais, que se arrume mais, que cumpra mais as metas de beauté. Que entenda que auto-estima é, sim, a base de tudo – no âmbito pessoal e também no profissional! E que aceite que, como disse a pesquisa da Allure acima, nossa auto-confiança está completamente ligada ao nosso visual. Por falar na Allure, recomendo também esse videozinho com antes e depois po-de-ro-sos. Afinal, sem produção, nem a Blake Lively se parece com a Blake Lively!

Auto tratado feminino

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Lifestyle

Circulando a energia (versão beauté)…

26 de julho de 2012

Meses atrás, destaquei em post aqui no It – e também na página do Facebook – a importância de fazer baixas no armário de vez em quando: não sei qual a explicação prática pra isso, mas é fato comprovado que o espaço que se abre tende a melhorar a energia e, melhor dos melhores, atrair aquelas peças que estavam há tempos na sua wish-list. Pois hoje quero complementar estendendo a ideia para produtos de beleza e maquiagem.

Não sou adepta de grandes exageros (só de pequenos!!) nem tenho veia colecionadora, mas, admito, adoro uma novidade. Pelo fato de ler muitas revistas e navegar muito na internet, sempre fico sabendo dos lançamentos e, pouco a pouco, vou montando minha lista de desejos pra próxima viagem – dificilmente compro esses produtos por aqui. Daí que véspera de viagem, com listinha pronta, é, pra mim, sempre a hora de fazer a baixa no que está guardado (recomendo fazer isso a cada seis meses). Quer abrir espaço também?! Eis os meus quatro métodos nesse processo…
(vale dizer que são apenas os métodos que funcionam pra minha personalidade, que é de alguém que não curte muito acúmulo, que não gosta de energia parada e que não tem razões pra ter longas coleções)

Desapego beauté

Prontinho! Com esse processo de tempos em tempos, tenho espaço pra que as novidades sempre entrem e garanto que (quase) tudo tenha utilidade (seja pra mim ou pra pessoa que vai herdar o que saiu!).

imagens: meu instagram @alegarattoni

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Lifestyle

Pela capacidade de se reerguer…

11 de julho de 2012

Todo mundo lembra exatamente onde estava e como recebeu a notícia do ataque de 11 de setembro, a maior tragédia que presenciei no mundo desde que vim a ele. Como todos, me choquei, me revoltei, me entristeci. Já tinha visitado o prédio várias vezes, pois, sim, que me perdoe a turma mais cool, admito que AMO turistar em minhas viagens. Nunca consegui sequer assistir a muitos dos filmes que narraram o acontecimento – chego ao cúmulo de, no filme Voo 93, sempre ficar na torcida para que os passageiros retomem o controle da aeronave, como se aquilo fosse uma obra de ficção e como se eu não soubesse o final-não-feliz.

Lembro direitinho da primeira vez que voltei a Nova York depois do acontecido (uns anos depois do ataque) e percebi a ausência das torres que, antes disso, chamavam a atenção na paisagem de quase qualquer ponto da cidade. De lá pra cá, nunca mais passei exatamente perto, mas notava, mesmo à distância, a obra e o crescimento do prédio a cada visita, a cada temporada de férias. Na última vez, em abril, me assustei: estava (praticamente) pronto, com 100 dos 104 andares já construídos. Tudo isso em cerca de seis anos, já que a obra começou mesmo em 2006. E passou tão rápido… A inauguração oficial está prevista já para 2013.

Freedom Tower

O post veio à mente enquanto eu pesquisava sobre o memorial 9/11 e sobre a possibilidade de ir visitá-lo nas minhas férias, no fim do mês. Mas acabou me dando vontade de ir um pouco além. De mostrar que sempre dá pra se reerguer, literalmente falando. Ficam as perdas, fica a saudade, fica a história, ficam as marcas. Mas tem horas que temos que deixá-las guardadas no coração e seguir em frente rumo ao próximo capítulo, rumo ao próximo andar do nosso prédio imaginário. Me deem licença pra esse momento sentimentalista – e com um pezinho na auto-ajuda –, mas hoje, inspirada também por e-mails que recebo, eu senti vontade de escrever que, não importa o quão triste você está ou o quanto o mundo não anda legal com você ou o quanto alguém te magoou, tá na hora de limpar a bagunça e dar início à sua obra. Tal e qual a Freedom (WTC) Tower.

Porque, ainda que seja necessário contar com uma ajuda externa (e muitas vezes é!) se reerguer é preciso e o pontapé inicial tem que ser seu!

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…