ALE GARATTONI

Carioca em SP, leonina, mãe da MH. Este blog é o meu hobby-recreio e aqui você vai ler posts que agradam aos olhos, à mente, à energia. Com beleza, suspiros e leveza! Cuide de sua alma e inspire-se, para ser & fazer melhor.

Lifestyle

E o peeling no rosto ganhou versão “entrega em domicílio”!

22 de agosto de 2017

No mês passado, postei aqui sobre como tenho amado o efeito do peeling como parte do tratamento do rosto – pós-40, devo dizer, estou especialmente obcecada por cuidar da pele e este serviço é uma das minhas gratas surpresas recentes. Numa dessas sincronicidades da vida, logo depois começaram a pipocar aqui e ali lançamentos de produtos que exatamente cumprem a função de um peeling. Em casa!

peeling caseiro
imagem peeling via Shutterstock

Tal e qual as versões do consultório, o objetivo dos produtos caseiros é usar ácidos para fazer essa, digamos, “troca de pele”: ela descasca e, com o surgimento da nova camada, há melhora de textura e redução de manchas e marcas menos profundas. Não sou expert em química, mas deduzo que a concentração de ácidos seja menor no modelo “em domicílio”, até porque ele será usado por não-profissionais. E acredito, assim, que ele não substitui o tratamento em esteticista, mas somar esforços é sempre uma boa pedida, né?

Quem já tem?! No topo da wish-list está o lançamento da Lancôme: o Visionnaire Crescendo (R$ 489) promete pele mais uniforme, redução das linhas finas e brilho saudável em renovação visível após 28 dias consecutivos de uso. Já a fórmula do Peeling Facial Renovador em Gel TimeWise Repair da Mary Kay (R$ 259) pede utilização intervalada de no máximo duas vezes por semana e, também com base de ácido glicólico, faz uma esfoliação intensa.

Uma versão mais acessível é o Peeling Glicólico da Caudalie (R$ 169), que, em forma de máscara de uso semanal, tem foco central no controle da oleosidade – mas promete também clareamento e redução de poros e manchas na paralela. Por fim, a Kiehl’s colocou no mercado o seu Nightly Refining Micro-Peel Concentrate (R$ 338), indicado mesmo para peles sensíveis. A promessa da descrição? Pele nova, radiante e refrescada, graças a um processo de renovação celular noturna.

Importante: estes produtos com função peeling não devem ser usados em conjunto com outros ácidos. Tal e qual quando se aplica as versões de consultório, a pedida é escolher apenas sabonetes para peles sensíveis (tenho usado este pós-peeling ou pós-laser) e muita água termal durante o período de descamação.

SaveSave

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

  1. Dani Em 23/08/2017

    Na body shop tem também




  2. Suellen Em 23/08/2017

    Fico impressionada com a diferença de preço dos produtos entre a Sephora Brasil e Canadá! Aqui o creme da Lancome custa 92 dólares, o que daria em torno de 276 reais. Tudo isso é uma questão de imposto, será!?
    Bjos

    Acredito que sim, pois só o imposto de importação no Brasil é de 60% – fora os outros que incidem também. Muito triste, né?!
    bjo




  3. Gabriella Magalhães Em 28/08/2017

    Ale!
    Fiz um post (‘Uma nova forma de exfoliação’) há mais de dois anos no Bedside sobre a descoberta desses produtos. Desde então sou apaixonada, não vivo sem e, agora na gravidez, dei um jeito de me adaptar a versões mais leves (como o da Caudalie que você indicou) só pra não ficar sem. Se puder, experimenta a máscara da Ren que eu falo por lá no post! De todas que já experimentei nos últimos anos, ainda segue como a minha preferida!
    Beijos beijos




Deixe seu Comentário