ALE GARATTONI

Mãe da Maria Helena, profissional de branding e apaixonada por moda e beleza! Meu blog é o espaço "hora do recreio" no qual divido dicas, inspirações, apostas no universo das it girls e minha vida primeira pessoa na maternidade.

Lifestyle

Obsessões de beleza da vez: cabelos e make

12 de agosto de 2016

Existem produtos, pessoas ou comportamentos que me despertam a mais superlativa das reações: fico obcecaaaada, apaixonada, querendo que o mundo teste e ame tanto quanto eu! E é neste caso que se enquadra esse post. Vamos por partes!

antes e depois Benefit

Tenho problemas sérios com sobrancelhas desde sempre: as minhas não são cheias ou grossas o suficiente, mas sempre tive dificuldade em encontrar algum produto de maquiagem que eu conseguisse operar bem de modo a ter resultado satisfatório – sempre achava que ficava artificial ou que não surtia o efeito desejado. Correções mais definitivas, como a comentadíssima micropigmentação, também não me atraíam: sempre tive medo de tudo que fosse minimamente definitivo na área de beleza {atenção ao verbo “ter” no passado, já que hoje, aos 40 anos e uma semana, fiz minha primeira aplicação de botox, bem moderada, mas já me empolgando! #oversharing}. Até que…

Foi um tremendo zunzunzum o lançamento mundial da nova linha para sobrancelha da Benefit. Várias blogueiras do planeta indo a Las Vegas conhecer em primeira mão, muitas meninas recebendo e resenhando produtos e eu, influenciada pela minha amiga-influencer The, resolvi comprar dois dos três que elegi favoritos na coleção {o terceiro, o primer Browvo, que promete ajudar no crescimento dos fios, está esgotadíssimo por aqui}. E todo esse lero-lero foi para concluir que agradeço eternamente à marca pela sobrancelha alcançada. Sobrancelha que nunca tive na vi-da! Efeito de correção feita por YouTuber expert em maquiagem, natural, mas super marcante. E na medida mesmo para leigas no tema como eu!

Se você também se sentiu meio perdida no meio da variedade gigante de itens, eis meus favoritos: o lápis Goof Proof, que permite traços finos e certeiros para completar a sobrancelha, e o gel Gimme Brow, que fixa e dá volume. Uso assim, em dobradinha, e juro que nem em casa mais quero ficar “a vida como ela é”!

linha sobrancelhas Benefit

Para a segunda dica, tentarei ser menos prolixa e ir direto ao ponto: a linha amarelinha da Kérastase, chamada Nutritive e voltada para cabelos ressecados, foi minha número um de favoritos da vida por anos e anos. Recentemente, li que ela foi reformulada e estava louca para testar quando recebi um kit completo da coleção. Tudo que eu mais amava – o cheirinho e especialmente o efeito pós-uso – ficou, de fato, ainda mais incrível. Usei o shampoo e a máscara de potinho e a textura do cabelo se transformou. (Re)viciei! E meu cabelo, juro, está o mais cheiroso do mundo. Testado e aprovadíssimo.

Kérastase Nutritive

{A linha Kérastase foi enviada pela marca. Este texto reflete minha opinião pessoal e nenhuma compensação financeira foi recebida. O post não envolve nenhum tipo de ação comercial.}

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Lifestyle

Destaques dos melhores blogs do mundo em 2016

8 de agosto de 2016

Já é uma tradição em agosto: é nesta época que, anualmente, o Bloglovin – ferramenta que permite, por meio dos feeds, a leitura de vários blogs em uma mesma tela – anuncia os indicados de seu prêmio de melhores do ano. Você já leu sobre isso aqui em 2014 e também em 2015, quando a brasileira Camila Coelho garantiu o primeiro troféu verde-amarelo da história da premiação.

Pois bem, acaba de sair a mais nova relação, com os indicados dos melhores blogs do mundo em 2016. Desta vez, nenhuma concorrente brasileira. Entre os nomes habitués do Oscar de blogs, Lauren Conrad, Garance Doré e Emily Weiss. Rede social queridinha do ano, o Snapchat ganhou uma classe exclusiva: Chiara Ferragni, Kristina Bazan e Arielle Charnas (que você também viu aqui no meu post de snappers favoritas!) disputam o destaque. Com 23 categorias, é provavelmente o mais extenso da história do Bloglovin – como costume, os vencedores são anunciados em uma noite de festa durante a semana de moda de Nova York, em setembro.

Mas o mais bacana é ver, nesta centena de nomes, novos perfis para acompanhar na rede. Entre blogs já super-populares e outros que despontam como apostas, sempre dá para encontrar boas novidades para nossas próprias listas de favoritos. Eis as minhas…

CAMILLE OVER THE RAINBOW – CONCORRE A BEST PERSONAL STYLE BLOG
A página é da francesa Camille Charriere, que cresceu em Paris mas se mudou para Londres para trabalhar no mercado financeiro – e acabou entrando com tudo na moda, quando integrou a equipe do ecommerce Net-a-Porter. Desde 2010, ela mantém o blog, que divide seu tempo com a carreira freelance de consultora de marcas e de estratégias em mídias sociais.

Camille Over the Rainbow

SCOUT THE CITY – CONCORRE A BEST LIFESTYLE BLOG
Obcecada! Eu estou completamente obcecada por esta mãe e filha, que têm o blog que eu amaria ter. Sai De Silva e a pequena London Scout, de quatro anos, moram em Nova York, tiram fotos maravilhosas e estão sempre em looks lindos. A presença da dupla na internet é pura inspiração!

Scout the City

HEADED SOMEWHERE – CONCORRE A BEST FAMILY BLOG
Mary Lauren é uma mãe {quase} igual a todas as outras, com a leve diferença de conseguir transformar seu dia-a-dia familiar em cliques lindos, leves, simétricos! Mora na Califórnia com o marido e o filho pequeno e divide um pouco de tudo em suas redes.

Headed Somewhere

DAMSEL IN DIOR – CONCORRE A BEST SNAPCHAT
Um hobby que se transformou em trabalho: essa é a definição do blog de Jacey Duprie, que se formou em jornalismo e trabalhou como repórter e relações-públicas antes de começar a dividir suas referências de moda, viagens e decoração online cinco anos atrás. Mora entre Nova York e Los Angeles, combinação que garante um toque especial a suas fotos!

Damsel in Dior

Para ver todos os indicados nas 23 categorias e votar em seus favoritos, acesse a lista completa no site Bloglovin Awards!

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Primeira Pessoa

De repente, 40: agora é pra valer!

4 de agosto de 2016

Lembro que em 2006 fiquei muito animada de fazer 30 anos, contando os dias mesmo. E, veja só, me peguei exatamente na mesma empolgação às vésperas dos 40, falando da nova idade desde janeiro. Tive “crise” (bem entre aspas mesmo) dos 29 e devo dizer que meu ano dos 39 foi um dos mais desafiadores em muitos sentidos, mas a virada de década propriamente dita só me traz alegria e um otimismo parecido com o da agenda de páginas branquinhas que abrimos pós-réveillon. Aniversário é um réveillon particular, aliás, sempre enxerguei assim. E mudar a dezena traz um fôlego do tipo passar fase difícil no videogame. É vitória!

Lembro também que quando viralizou aquele discurso do “Filtro Solar” eu estava nos meus vinte e poucos anos e me reconfortava muito a parte do “as pessoas mais interessantes que conheço não têm ideia do que querem fazer da vida aos 22”. Mas eu julgava um pouco mal o complemento que dizia que “alguns dos mais interessantes seguem sem saber aos 40”. Como assim alguém não sabe o que quer quando já é tão adulto assim, era isso que eu pensava. Lá atrás, ter 40 parecia como uma fase em que só gente muito perdida não tem tudo 100% definido e sob controle.

filtro solar discurso

Eu não me considero perdida, mas tampouco sou tão adulta como eu na época imaginava que alguém de 40 anos invariavelmente seria. Tenho experiências, gosto do que faço e estou bem satisfeita com a caminhada até aqui, mas estou longe de saber o que e como será todo o resto da minha vida. Ainda posso (e provavelmente vou!) mudar de ideia, tal e qual eu fazia aos 25. Ainda posso – e certamente vou – errar, tropeçar e dar com a cara na porta, tal e qual eu fiz aos 30. Já tiquei muitas linhas da planilha de metas, é verdade, mas ela, a planilha, nunca para de ganhar novas abas.

Sou menos reativa, menos ansiosa e menos mimada do que era na casa dos 20, mas tenho certeza que ainda faltam muitos pontos nesse boletim de vida. Não cometo aqueles mesmos erros impulsivos de dez anos atrás nem me chateio com o que me incomoda, como era em 2010, mas sigo certa de que ainda tenho muito, muito o que aprender.

40 anos
imagem bola 40’s via Shutterstock

Por outro lado, se não consegui um monte de coisa que eu dava como certa, dou conta de situações que nunca imaginaria conseguir. E mesmo com tantas tarefas ainda não-concluídas vejo que sou capaz de forças, evoluções, decisões e responsabilidades que nem sonhava assumir. Os 40 surpreendem pra mais e pra menos, afinal!

Chegando aqui no andar dos 40, eu vejo que ele não é tão alto – e maduro – como parecia ser visto lá de baixo.

O que vale, ao menos na minha concepção de aniversário, é saber que não somos os mesmos de um ano atrás. É enxergar que não estamos mais no mesmo lugar. É perceber que doze meses serviram para alguma coisa. Passar de ano, ainda que seja com a média ali raspando, como foi com Física na oitava série. Quando fiz 30 eu escrevi no blog da época sobre maturidade, sabedoria e leveza {trecho abaixo}… como somos pretensiosos aos 30! Eu não sabia que eu não sabia nada sobre isso naquela época. Mas agora eu sei – sei que aos 40 ainda há muito o que se caminhar até esse tal domínio de existência! Que venha a nova década…

ale garattoni 2006

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…