ALE GARATTONI

Carioca em SP, leonina, mãe da MH. Este blog é o meu hobby-recreio e aqui você vai ler posts que agradam aos olhos, à mente, à energia. Com beleza, suspiros e leveza! Cuide de sua alma e inspire-se, para ser & fazer melhor.

Lifestyle

Quer cumprir metas?! Eis o workshop que vai preparar sua mente!

30 de maio de 2017

Quem já acompanha meus posts aqui no blog e nas redes sociais já me viu falando sobre Ana Raia, a coach que – além de minha musa-guru-inspiração há cinco anos – é uma referência absoluta na área no país. Já participei de seus dois programas de coaching (escrevi sobre como o You in Action e o Paixão em Ação fizeram diferença em minha trajetória) e vivo na cola dela para estar na plateia de suas palestras e apresentações. Quem a conhece sabe: seu conteúdo e sua energia são absolutamente viciantes!

workshop Ana Raia

Eu já estava mesmo em abstinência da minha “dose de Ana Raia” e vibrei mais ainda quando li o tema de seu próximo workshop. Você também sente que planeja mais do que cumpre? Percebe que muitas das suas metas acabam meio empacadas? Vê o foco sumir quando você mais precisa? #TamoJunto! Por mais disciplinada e determinada que uma pessoa seja, é fato que cumprir promessas rumo aos objetivos é tarefa pra lá de desafiadora. Como coach, a Ana identificou esse padrão comum (ufa, não estou só!) e reuniu, então, ferramentas que nos ajudam a interromper essa dificuldade.

Ao longo de um sábado (10.06) a edição especial do workshop Como Saber Viver vai apresentar ferramentas, reflexões, técnicas e conceitos de reprogramação da mente. Na programação, foco, garra, resiliência, persistência e outros temas, tudo para que a gente entenda melhor o funcionamento do próprio cérebro e alcance objetivos com mais rapidez, gastando menos energia. Eu fui uma das primeiras a me inscrever (sempre bom relembrar que este é um post 100% espontâneo!) e considero esse assunto tão valioso que recomendo de verdade que você também venha!

Detalhes e inscrições estão disponíveis neste link.

workshop ana raia

imagem Ana Raia via Farfetch

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Lifestyle

Curadoria para closets: o livro que reorganiza seu estilo pessoal

10 de maio de 2017

Muitos livros fizeram parte destes meus primeiros meses de 2017 – além do interesse habitual, eu montava e estudava a bibliografia para escrever o Rebranding Pessoal na Prática*, novo programa AG Branding que começa a ser apresentado nesta quinta-feira (11.05). E foi assim que me deparei com o The Curated Closet, que se apresenta como “um novo sistema para descobrir seu estilo e construir seu armário dos sonhos”. Best-seller na Amazon americana – por enquanto, há apenas a versão em inglês mesmo –, ele é exatamente o que se propõe. E supera as expectativas!

capa The Curated Closet

O livro fez parte das minhas referências para a parte que fala sobre estilo, um dos muitos temas abordados no Rebranding Pessoal na Prática. Mas ele irá atuar também em causa própria: já está na minha listinha de metas imediatas reler na íntegra aplicando o método ao meu próprio estilo/armário.

Por que ele se destaca entre os materiais voltados para consultoria de estilo? O The Curated Closet é atual, tem uma linguagem gostosa e propõe partes práticas bem menos engessadas que boa parte das referências neste mercado. Por exemplo, ele sugere que cada um deve nomear o seu próprio estilo, sem ficar atado somente às definições-padrão de clássica-moderna-feminina – quem é só uma coisa, afinal?

The Curated Closet

The Curated Closet

Dividido em quatro partes, cobre da descoberta do estilo pessoal às compras e traz, em todos os capítulos, testes rápidos que ajudam no processo. O conceito é todo em cima do escolher bem, focar no necessário e investir no melhor, que rege a onda minimalista da vez. Conteúdo prático à parte, o livro é recheado de bom repertório-base, ótimas dicas didáticas e muitas fotos lindas. Sim, como convém a uma publicação da área, a identidade visual é impecável e só aumenta o potencial-desejo.

Se você também busca uma fonte para atualizar e melhorar seu estilo – ele é parte importantíssima de seu branding pessoal! –, taí um belo ponto de partida! Para garantir o seu The Curated Closet na Amazon americana, este é o link!

The Curated Closet


 

Ficou interessada no Rebranding Pessoal na Prática, programa AG Branding que em quatro módulos vai reposicionar e melhorar a comunicação estratégica da sua marca pessoal? As vagas da segunda turma também esgotaram em pouquíssimos dias e ela será a última edição deste ano, então, como previamente combinado, ela terá capacidade estendida para 20 participantes. O lote extra já foi disponibilizado e ainda restam alguns lugares, garanta o seu! A turma 2 de RPP será em formato intensivo, para conseguir atender também quem mora fora de SP. Será em 7 e 8 de junho, das 9h30 às 17h. Para saber a programação completa e/ou se inscrever, acesse o link agbranding.com.br/ProgramaRebranding. Na caixinha abaixo, também é possível fazer sua inscrição. Te espero em junho!
. 

todas as imagens são do site da autora Anuschka Rees

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Maternidade

Festa Moana: o aniversário de quatro anos de MH

8 de maio de 2017

Quem acompanha o blog há mais tempo sabe meu estilo favorito de festinha de aniversário para minha filha: pequena, caseira, “feita por mim”. Foi assim no primeiro ano (Jardinzinho da MH), no segundo ano (Três Porquinhos na escola; Peppa Pig para a família carioca), no terceiro ano (um bolinho simples em casa). Desta vez, no entanto, tudo diferente. Em seu quarto aniversário, senti que MH já entendia mais, já curtia e esperava pela comemoração. E há meses ela vem dizendo que sua festa seria “no buffet” – um claro reflexo dela estar frequentando as festinhas dos amiguinhos, óbvio. E eu paguei minha língua e embarquei no sonho dela, um claro reflexo da… maternidade!

festa Moana Ale e MH

E quando digo que embarquei, embarquei com tudo mesmo. Fiz a festa Moana para ela. Fiz a festa para agradar as crianças. Esqueci qualquer desejo de imagens pinterísticas, de fotogenia, de qualquer coisa que fizesse o meu próprio estilo. Não foi festa para sair em blogs especializados, não foi festa para bater recorde no Pinterest, não foi festa para atrair suspiros de inspiração. Em cada detalhe, as escolhas eram para os pequenos. E posso falar? Foi a melhor coisa que fiz, nunca vi minha MH tão feliz e empolgada, ela curtiu cada segundo. E eu também, porque muitas vezes é só isso que importa. Neste post gigante, vou compartilhar cada detalhe!

festa Moana mesa

A ESCOLHA DO BUFFET: ALÉM DO CIRCUITO ÓBVIO
Sempre digo que não existe conceito mais relativo do que o caro e o barato, cada um sabe seus próprios limites e eles envolvem, inclusive, um ranking de prioridades. Eu não consigo dizer que uma festa em buffet infantil é um gasto baixo, porque realmente não acho que seja, mas acredito ter conseguido o melhor custo-benefício possível graças a um fato: arrisquei sair do circuito mais óbvio, escolhi um buffet que não faz o estilo lúdico-sem-eletrônicos que é tendência do momento e arrisquei ao fechar com um que até então não conhecia. Podia ter dado super errado, mas sexto sentido de mãe não se engana e eu fiquei super, super satisfeita.

festa MH

A ESCOLHA DO BUFFET: COMO E POR QUE FECHEI NESTE
Minha pesquisa começou orçando, sem exagero, quase vinte buffets diferentes. E logo aprendi que a variação de preços é enorme: recebi orçamentos de X a 5X. A minha disponibilidade era gastar até 2X. Avaliei todos que estavam nessa faixa – um pouco mais, um pouco menos –, priorizei os mais próximos da escola atual dela e escolhi três para visitar. Detalhe que o meu eleito quase não foi incluído na lista, pois o site, instagram e fotos são bem ruins (olha aí a importância do branding digital!), mas instintivamente fui até lá e achei super ok. Estava em dúvida entre dois, sendo que o outro fazia parte do circuito lúdico do momento, custava uns 30% a mais, mas estava ainda no meu budget. O que me fez bater o martelo? Atendimento! Fiquei encantada com a atenção, simpatia e disponibilidade em servir da funcionária Marina, que merece todos os elogios – e, olha, um aumento de salário, pois foi por ela que elegi este! Enquanto ela ganhava todos os pontos comigo, o segundo concorrente fazia um estilo mais blasé e, mesmo eu sendo prática e objetiva, prefiro empresas que fazem questão de cada cliente. Nosso eleito foi o Magic Joy, em Moema. Amo TUDO nele? Não! Mudaria algumas coisas? Certamente. Mas o capital humano deles (tanto a Marina quanto os animadores e gerente do dia da festa) é excepcional e fez cada centavo do investimento valer muito a pena. Preço justo, serviço ótimo, as crianças (que mais importavam!) amaram a combinação do brinquedão lúdico (que nós, mães, tanto gostamos) com a tirolesa e um ou outro eletrônico, como a roda-gigante de cupcakes. Se a empresa investir no Instagram e nas fotos de divulgação, certamente crescerá em preferência. E merece.

festa MH

DECORAÇÃO + LEMBRANCINHAS + FOTOS
Embora o buffet já ofereça várias opções de decoração de mesa incluídas no pacote, eu optei por uma não incluída, que foi minha favorita no tema eleito por MH. Ela é feita pela decoradora Cleuza Ferreira (eu entendia zero desse universo, mas depois a encontrei também no insta @cleuzaferreiradecoracoes e gostei de seu estilo). Para as lembrancinhas, meu intuito é que fossem de fato lembrancinhas (sem exagero!) e que fossem úteis de alguma forma para as crianças. Como elas estão na fase de escrever as primeiras letras e usam a lousa para copiar na escola, escolhi mini-lousinhas temáticas. Fiz também canequinhas personalizadas no tema. Lembrando: nada pinterístico, mas sim itens que sempre têm utilidade! Encomendei ambos em um fornecedor que encontrei no Elo7, preço bom e atende a proposta. O vendedor foi rápido, correto e eu recomendo – seu instagram é @festinhalegal. Por fim, a última fornecedora – e mais importante! – envolvida: todas as fotos deste post (exceto estas das lembrancinhas, amadoramente feitas por mim mesma!) estão entre os registros oficiais da festa feitos pela fotógrafa de família Mel Albuquerque (@melalbuquerquephotography). Não tenho nem palavras para elogiar a qualidade de seu trabalho, das imagens em si à postura e sensibilidade para clicar crianças.

festa Moana lembrancinhas

LIÇÕES APRENDIDAS: O QUE ACERTEI E RECOMENDO
Para a primeira festinha infantil que fiz nesse formato, acho que o saldo foi super positivo – vi que cada criança aproveitou do início ao fim. Mas destaco três escolhas específicas que me deixaram feliz:
• Décor especial à parte: em uma festa infantil, a mesa tem peso especial – ela serve de cenário para muitas fotos e dá o tom do tema escolhido. No dia em que fui ao buffet fazer a degustação, vi a decoração de uma festa e quase me arrependi de ter arriscado na escolha. Como faz diferença a questão estética! Também contratei à parte décor de bexigas para as mesas. Acho que quanto mais a gente puder fazer nesse sentido, mesmo que sem o tal intuito pinterístico, ajuda especialmente no efeito das fotos.
• Lista com mais pessoas: a festa de MH teve quase 100 pessoas presentes, sendo cerca de 30% crianças. Boa parte dos pacotes fixos dos buffets inclui 50 convidados (contam como pagantes pessoas a partir de 5 anos). O fato de optar por um cujo pacote inicial tinha valor menor, me permitiu eventuais extras ainda dentro do meu budget estipulado. E nesse formato buffet, eu acredito que a festinha mais cheia seja melhor em todos os sentidos – incluindo aí o fato de que MH pode convidar todos os amigos da escola atual, os da escola antiga, amiguinhos de prédio e também alguns filhos de amigas minhas, além da família, claro.
• Fotógrafa especialista: já havia contado no insta @togravida sobre minha satisfação de ter optado por uma profissional que tem foco oficial em fotos de família – o que inclui festas de aniversário. Tenho certeza que isso garante um enorme upgrade no resultado. E, no fim, são os registros que ficam, né?! Mais uma vez, recomendo mil vezes o trabalho da Mel Albuquerque.

festa Moana parabéns MH

LIÇÕES APRENDIDAS: O QUE EU FARIA DIFERENTE
Meus erros foram todos de principiante, de alguém que não sabia bem como funcionava. E todos têm a ver com a decoração – porque não precisa ser pinterístico, mas quanto mais fotogenia envolvida melhores tendem a ser os registros fotográficos. Na próxima oportunidade (ainda vou tentar fazer MH passar a escolher viagem em vez de festa!!!), eu não dispensaria…
• Bolo temático: puro erro de iniciante, nem me toquei de que o bolo que fazia parte do serviço do buffet seria um sem-tema. Certamente faria os bolos belos que fiz nos anos anteriores!
• Mais doces: pela mesma razão acima, não sabia como seria a questão dos doces na mesa. Vale pontuar que o buffet escolhido tem por padrão não colocar nada de doce na mesa, apenas servir em bandejas – como assim mesa sem docinhos para as crianças roubarem?! Insisti nisso e eles colocaram, mas numa próxima eu certamente faria doces extras: vi depois uns com tema Moana no instagram e me arrependi muito, eles teriam deixado a mesa mais linda.
• Mais décor nas mesas de convidados: contratei décor de bexiga para as mesas e fui convencida de que não seriam necessárias toalhas. Achei que fez falta. Tinha uma referência Moana de mesas com estampas naquele clima polinésio e gostaria de ter feito.

Nada, no entanto, comprometeu meu nível de satisfação. Cada detalhe da festa atendeu ao objetivo central: fazer a aniversariante muito feliz!
p.s. e mamãe satisfeita com o custo-benefício do que foi investido, tudo muito justo!

festa Moana barco

FICHA TÉCNICA
{Gostaria de reforçar que todos os fornecedores foram integralmente pagos por mim, sem nenhum tipo de parceria. A maioria deles nem sabe que tenho blog e muito menos que eu escreveria sobre. Não que eu ache que isso invalida uma dica, mas como essa é uma prática super comum hoje em dia na internet, quis pontuar que não foi o nosso caso aqui!}

Buffet: Magic Joy Moema
Decoração: Cleuza Ferreira
Fotos: Mel Albuquerque
Lembrancinhas: Festinha Legal
Vestido MH: Trois Petit

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…