ALE GARATTONI

Mãe da Maria Helena, profissional de branding e apaixonada por moda e beleza! Meu blog é o espaço "hora do recreio" no qual divido dicas, inspirações, apostas no universo das it girls e minha vida primeira pessoa na maternidade.

Primeira Pessoa

Minha história de amor com 2014 {e que venha 2015!}

3 de dezembro de 2014

Uau, que ano de virada que foi 2014! Depois de idas, vindas, começos, recomeços, tentativas e experiências, “acho que me achei”! Nunca me senti 100% completa antes de ser mãe (sempre achei que escaparia do clichê do “completa só depois de mãe”, mas não escapei!), tinha uma inquietação que, na época, nem eu mesma sabia diagnosticar. Isso me tirava de trabalhos, de projetos, mudava meus rumos de supetão quase irracionalmente. Daí eu fui mãe e, monotemática que costumo ser, mergulhei, desde a gravidez, nessa lado tão pessoal da minha vida. Estava felicíssima, claro, MH é uma fofa que faz qualquer um se apaixonar – imagina eu, que sou mãe dela! Mas o siricutico, a ansiedade e a energia reprimida ainda me tiravam um pouco o ar. Agora por outro motivo, é verdade. Se antes faltava A, depois faltava B. E a falta de B, admito, me dava saudade de tempos que eu sabia que não poderiam mais voltar. Nunca é igual depois da maternidade, nada, nunca.

Desde que fechei um blog quando ele aparentemente estava em seu ~melhor momento~, vivia uma relação de amores e ódios pela internet. De não-identificação e necessidade, ao mesmo tempo, na mesma medida. Amo conversar, amo compartilhar, amo saber que há alguns doidos que vêm “me visitar” mesmo depois de tantas fases e mudanças, amo perceber que os resultados do que faço no online são consequência direta da minha produtividade. Amo, mais ainda, desafiar a mim mesma e tentar, como já dizia Xuxa, “tentar melhor do que já fiz”. Amo, amo, amo me reinventar. E amo ter um desafio, ter uma meta pra bater, ter algo que me tire da zona de conforto.

mãe empreendedora

Eu estava confortável sendo só mãe. Mas, da mesma maneira que eu estava confortável fazendo, num passado não tão distante, trabalhos que me davam mais resultados do que desafios, eu enfiei na cabeça que podia ser várias coisas, que eu podia girar vários pratinhos. Planejei, rascunhei, encontrei o meu modelo de mãe-empreendedora, que preza a flexibilidade, mas quer produzir – e, de quebra, ajudar outras pessoas que prezam a flexibilidade a produzirem também. Assim nasceu minha empresa, assim nasceram meus programas de workshops (que vão ganhar novos temas, porque eu descobri que a sala de aula é o meu lugar!), assim tem renascido minha história blogando (ainda mais no esquema ‘por amor & hobby’, mas com mais afinco e dedicação!).

E você aí, que acreditou e insistiu que ainda valia a pena me acompanhar nestas novas e diferentes fases, me ajudou muito! Obrigada. Obrigada a quem lê meus textos de maternidade mesmo sem ser mãe; obrigada a quem lê minhas dicas de empreendedorismo mesmo sem querer abrir um negócio; obrigada a quem me visitava mesmo quando eu dizia que ia postar todo dia e sumia, a quem me acessava mesmo quando eu só postava quatro vezes num mês. Obrigada a quem me estimula com comentários, e-mails, elogios e até eventuais puxadas de orelha. Vocês são parte de tudo isso, da AG Branding, do alegarattoni.com.br e até da Alessandra mãe da Maria Helena! E 2014, seu lindo, obrigada por me mostrar que eu posso ser tudo que eu quero. E, quem sabe, seu amigo 2015 vai me provar que a Xuxa tava certa e que eu posso até fazer melhor do que já fiz…

mãe empreendedora

p.s. to meio tímida com esse texto quase-visceral, que foi escrito porque eu tava meio sem inspiração pra postar e resolvi ‘conversar em primeira pessoa’! Mas é que eu to muito feliz com 2014 pra deixar a razão engavetar o post!

p.s. 2: nas imagens, um editorial de moda ‘working mom style’ da Vogue russa, pra inspirar a todas que se dividem entre os dois postos!

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

  1. Renata Miranda Em 03/12/2014

    Você é sempre a melhor Ale! Que venha 2015!




  2. Poliana Almeida Em 03/12/2014

    Texto maravilhoso! Emocionante e inspirador, parabéns. E que 2015 seja maravilhoso, para todas nós mães e empreendedoras.




  3. Marcele Em 03/12/2014

    Ale, vc é otima!! Quero ler muitos textos seus em 2015!!!




  4. Sophia Em 03/12/2014

    Parabéns! Você é inspiradora!




  5. Marggah Em 03/12/2014

    Ale, você é dona do melhor texto da internet. Adoro seus posts, grande parte deles eu gostaria de ter escrito (rsrs) de tanto que eles “falam” comigo. Entendo totalmente o esquema ‘por amor & hobby’, é como me sinto atualmente também!
    Ainda vou conseguir fazer um curso com você!
    Beijos.




  6. Mariana Em 03/12/2014

    Amei o post!! Meu bebê nasceu em 2014 e me sinto como vc, chegou quem faltava, sem dúvida!! Mas a ansiedade, siricutico e a energia reprimida estão tirando o meu pouco sono… Estou começando a fazer a minha planilha de metas!! Obrigada por compartilhar tudo isso com seus leitores, vc não sabe o bem que faz a tantos desconhecidos.
    Beijos e que venha 2015 cheio de novos desafios e realizações!!




  7. Jade Em 03/12/2014

    Oi Ale, te acompanho a muito muito tempo. Mesmo. mas nunca comentei aqui Apesar de eu ter somente 22 anos e estar na faculdade,acompanhei muito do It quando estava no colégio e cursinho.
    Tu sempre me inspirou, me fez perceber que beleza/moda e internet não eram a besteira ou tolice que alguns familiares me falavam e mais do que isso, me ensinou que se pode ser várias ao mesmo tempo. Sonhar e realizar tudo o que eu pudesse. Atualmente faço estágio em uma agência experimental na minha universidade na área da Web e atuo como Diretora de Marketing para o ano de 2015 da AIESEC em Porto Alegre ( sim, dois trabalhos basicamente) e sei que muito do que acreditei e vi que seria realizável aprendi e me inspirei em pessoas como tu Ale, fica o meu agradecimento e a alegria por tu estar tendo um 2014 tão incrível. Parabéns!




  8. Daniela Brisola Em 03/12/2014

    Ale, vc está em seu melhor momento e nós que curtimos isso. Que 2015 seja ainda melhor, com textos lindos e inspiradores, que nos fazem querer ser melhores sempre. Mto obrigada. Beijos




  9. Nayara Em 04/12/2014

    ‘Obrigada a quem lê meus textos de maternidade mesmo sem ser mãe’ – me identifiquei total hahahaha. Seu blog é uma leitura diaria, mesmo nao sendo mae e ainda nao ter pensado em ter minha propria empresa. É recheado de leituras leves e inspiradoras!




  10. Maiara Em 04/12/2014

    Ale, eu que agradeço, mesmo sem comentar por aqui, sou uma grande admiradora de seu blog e seus projetos. Queria estar em SP para participar dos seus workshops incríveis. Sempre acompanho seus posts, e me inspira a forma com que vc escreve e cativa a todos. Não tem como passar uma chamada no facebook sobre o post do dia, sem abrir e mergulhar no assunto. Me identifiquei muito com o post de hoje, pois esse texto é exatamente o o que eu precisava refletir neste momento, pois é assim que me sinto. Este ano passei por muitas “idas, vindas, começos, recomeços, tentativas e experiências” e então engravidei, estou de 5 meses de gestação de um príncipe esperado por toda a família. Finalmente tomei a iniciativa de criar o blog que a muito tempo estava na gaveta. Porém, sinto que ainda não me encontrei. Falta um detalhe sabe? E estou na esperança que está mudança seja o que a maternidade proporciona. E você me inspira a acreditar! Muito obrigada.
    Beijos, May




  11. Jéssica Labre Em 04/12/2014

    Ale, parecia que você estava falando exatamente comigo no final do texto! rsrss
    Eu não sou mãe, não quero abrir um negócio, mas eu acompanho você desde It Girls, aliás eu conheci esse mundo de internet através do seu blog, e eu nunca deixei de te acompanhar. Você já me ajudou muito com seus posts falando sobre metas, até um sorteio eu ganhei, foi do seu livro (eu nunca tinha ganhado sorteio na vida). Eu não costumo comentar muito, mas saiba que eu sempre leio tudo o que você escreve, e se depender de mim pelo menos uma leitora você terá pra vida inteira. Gosto muito quando você faz textos em primeira pessoa! Bjs




  12. Nathalia Em 04/12/2014

    Ale, acompanho seus “blogs” desde sempre, embora nunca comente… Mas resolvi escrever para contar que acompanhava todos os blogs de moda, todos os dias, e de um tempo para cá parei de acessar vários… Hoje notei: só leio o seu e o Living Gazette, da Bárbara! Nada mais! Apenas vejo umas fotos no instagram esporadicamente. Você tem conteúdo autoral, o seu visceral me prende, você é real! É perigoso até eu te cumprimentar se te vir na rua… Eu sou uma das que te acessava quando você postava pouco, quando posta muito, quando fala de moda, de branding, de produtos… Não tenho filhos ainda, mas seus textos sobre maternidade me dizem muito! Enfim, nesse post ficou claro para mim que gosto de você, do seu ponto de vista, do seu bom texto. Definitivamente, você pode escrever sobre o que quiser, quando quiser! Parabéns, você é atemporal! E tem credibilidade. Obrigada pelo Ag, um oásis no deserto!




  13. Camila Hufnagel Em 04/12/2014

    Ale, você é demais!! Te elogiei no facebook ontem eu acho e depois de ler esse texto tive que elogiar de novo! Seus textos são atemporais, inteligentes, reais e sem afetações, sabe? Adoro!! Continue fazendo o que você acredita! Venho todo dia aqui no meu break de estudos. Te desejo mais prosperidade! beijo




  14. Deborah Em 04/12/2014

    Demais Alê!!! Que venha 2015 e eu possa me achar tb, vc me inspira muito! Bjao




  15. Marina Em 04/12/2014

    Ale, confesso aqui que gosto muito mais dos seus textos hoje do que na época do It Girls! Gosto especialmente dos textos em primeira pessoa, isso mostra que é realmente uma pessoa que escreve, que tem opiniões, posicionamentos, experiencias, acho que isso aproxima você dos seus leitores! Eu não te conheço pessoalmente mas a impressão que eu tenho é que com a Maria Helena você amadureceu ainda mais, ficou mais leve, sabe? E isso só me confirma o que sempre pensei, que são os filhos que sempre estão ensinando, nós, mães e não o contrário! Parabéns por essa nova fase!!!
    Beijos




  16. Alessandra Garattoni Em 04/12/2014

    Meninas,
    obrigada por todos os comentários, ler certas coisas me deixa até emocionada! Esse feedback, sem querer ser (muito!) clichê, é o melhor pagamento para meu “trabalho” blogando!
    bjobjo




  17. Luciana Em 04/12/2014

    Vc é inspiradora! 😉




  18. Anne Em 04/12/2014

    Essa tua diversidade te tornou única.
    Ale, tu não é blogueira, mas sim escritora. Teu patamar é outro.
    Quando vou falar sobre você, não falo o “blog” mas sim o site da Ale, que tem tais e tais livros….

    Beijoos e obrigada por nos enriquecer com o seu conhecimento e olhar sobre moda, comportamento, maternidade, empreendedorismo……

    UAU! Amei ler isso!
    <3




  19. Ilana Em 04/12/2014

    Eu sou do time que sempre apareceu aqui, mesmo quando vc postava quatro vezes em um mês! Hehehe sabe o que me faz voltar sempre? Vc é real, Ale! Super! Vc passa sinceridade, publica inseguranças, dúvidas, realizações… Em um mundo onde o que mais importa é a quantidade de bolsas e sapatos, vc faz total diferença mostrando quem realmente é! Obrigada por sempre voltar a escrever e compartilhar tanta coisa legal conosco!




  20. Carol Em 04/12/2014

    E antes de 2014 terminar ainda vamos nos encontrar! Vou ter o prazer de participar do seu workshop e vc vai conhecer o TT!!!! Bjão e até dia 17!




  21. Laís Em 04/12/2014

    Sempre te “visito”, mas nunca comento. Texto inspirador! Que vc produza sempre mais pra nós estimular a isso também. Bjs e feliz 2015.




  22. Fernanda Fuscaldo Em 04/12/2014

    Tb to no time me encontrando como mae empreendedora e pode ter certeza que passar por aqui sempre me ajudou!
    Bjs e feliz 2015




  23. Mariana Jurgielwicz Em 04/12/2014

    Ale, a cada post seu me sinto com mais coragem de parar, dar um tempo, refrescar a memória, organizar as coisas com as suas melhores dicas e uma hora voltar!
    Sou mãe super dedicada a minha filha que mesmo com 3 anos toma bastante do meu tempo e as vezes acabo nem me dedicando tão bem a ela e nem tão bem ao meu blog que tanto amo!
    Acho que janeiro vai ser a hora de parar, organizar e quem gostar de mim com toda a certeza vai voltar!
    Obrigada por suas dicas diárias, que inspiram, incentivam, encorajam e nos dão força de que tudo com organização é possível!
    Você é a melhor, juro!

    Mariii, que fofa!
    Eu acho que a gente nunca volta diferente depois de uma mudança e, sob muitos aspectos, sempre volta melhor!
    Parar é preciso até num dia em que as coisas estão saindo meio fora de rumo. Tomar ar é fundamental pra seguir a caminhada!
    Fico feliz de ver que tem mais gente no meu barco – sem medo de recomeços!
    Boa sorte!




  24. Alessandra Garattoni Em 04/12/2014

    Marina e Ilana, meninas todas que comentaram hoje,
    eu to amando que passei a conseguir escrever em primeira pessoa – na época do It, tinha um bloqueio, acho que herdado do meu blog anterior. E fico feliz de ver que meus posts mais viscerais são os que mais trazem comentaristas pra cá! Isso vale muito pra mim, obrigada pelo incentivo.
    bjobjo




  25. Marianna Em 04/12/2014

    Difícil é não se emocionar com os seus posts.

    Se eu preciso de inspiração, de um puxão de orelha, de “ouvir” um suspiro de quem corre todo dia mas que sempre levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima eu veio aqui, encontrá-la.

    Você toca muito lá no fundo, fala diretamente a língua da nossa geração, que quer fazer um milhão de coisas, desde ser a executiva do ano mas queria chegar em casa e fazer o jantar, cuidar de si mesma, comprar mil sapatos, mas sempre se perguntar se estamos seguindo o não o melhor caminho.

    Eu particularmente me sinto amparada pelos seus posts. Se existe confort food deveria surgir o confort post, pois sua inteligência, sensibilidade, humor, responsabilidade, sempre dá conta de um dia difícil…

    Espero que seu próximo ano seja maravilhoso, que seus sonhos se realizem, pois você merece muito.

    Feliz 2015!

    Beijos




  26. lu Em 05/12/2014

    Ale, o seu post me inspirou a fazer o meu “balanço” de ano no http://blog.ideiadalu.com.br/reflexoes-sobre-2014-antes-dos-35/ Obrigada, vc sempre me inspira! Espero ainda trocar bastante figurinha com vc!
    Com carinho,
    Lu




  27. Paola Scott Em 05/12/2014

    e que venha 2015! bjss




  28. Bru Em 05/12/2014

    Ale,

    Leio tudinho que você escreve e me faz tãoo bem! Obrigada por compartilhar conosco suas ideias, pensamentos, vivências X=: )

    Que venha 2015 com muitasss postagens!

    beijos




  29. Adriana Em 05/12/2014

    Ale, com seus textos descobri que sou normal. Até parei de sofrer por conta de “idas, vindas, começos, recomeços, tentativas e experiências”. Ainda não encontrei minha missão mas estou mais tranquila por não a ter descoberto com 5 anos de idade.
    Em 2015, eu quero ir nos seus workshops, continuar vindo aqui pra ler todos os textos que você escrever, começar o inglês e soltar a mão (só que na cozinha).

    Bjs

    Adri




  30. Mariana Vollmer Em 09/12/2014

    Obrigada por não engavetar o post e por compartilhá-lo com a gente, Ale! QUE VENHA 2015!!!! \o/




  31. Nathalia Em 09/12/2014

    Ale, chorei de emoção! Você é, sem sombra de dúvidas, a escritora com quem mais me identifico! Amo tudo que vc escreve e a forma como vc escreve! Siga em frente! Para mim, esta no caminho certo! Bjos com muito carinho!




  32. Adriana Figueiró Em 09/12/2014

    Ale, adorei o post!!!! Parabéns!! O conteúdo do blog está incrível e vc se supera a cada dia!!! Bjos




  33. Mariana Gondim Em 10/12/2014

    Alê, parabéns pelo blog! Honestistdade, clareza e realidade é o que você consegue nos transmitir! Sou muito sua fã! Parabéns mais uma vez!




Deixe seu Comentário