Blog 'It Girls'



Tô te querendo: desejos da semana

por Alessandra Garattoni em 3 de julho de 2015
tags: ,

desejos da semana

1) Jaqueta de couro preta, na Maison Honey Pie (R$ 2.800): porque, no inverno, jaquetas de couro clássicas são sempre a melhor primeira pedida!

2) Livro ‘Always Pack a Party Dress’, na Amazon (US$ 18.54): porque os livros de moda de Amanda Brooks são sempre um charme!

3) DVD ‘Vale Tudo’, na Livraria Cultura (R$ 179,90): porque deve ser uma delícia assistir, num feriadão gelado, de uma só vez, uma das melhores novelas da história da TV!

4) Assinatura Apple Music, na iTunesStore Brasil (US$ 4,99/mês): porque o novo sistema de assinatura de músicas da Apple é o máximo {eu, ao menos, já estou viciada} – é preciso atualizar o iOS/OSX, depois, por uma mensalidade, você tem acesso ilimitado a toda a biblioteca do iTunes.

5) Anel de concha, na Vanda Jacintho: porque já estou super curiosa com a linha de acessórios da marca, que será oficialmente lançada em agosto – acompanhei no instagram @vandajacinthobrand!

6) Corretivo DiorSkin Star, na Sephora (R$ 185): porque a versão corretivo da ‘base das selfies’ promete efeito naturalmente impecável – e porque eu sigo na eterna procura de um que supere o Clé de Peau pra minha pele!



Você vai gostar também...


O que eu gosto no Snapchat {e minha snapper favorita}

por Alessandra Garattoni em 2 de julho de 2015
tags: ,

Mídia social é tipo sushi: você talvez não goste de primeira, mas, se insistir um pouquinho, provavelmente ficará viciado! O Snapchat já é hit dos adolescentes há pelo menos dois anos, mas, nos últimos tempos, está abocanhando uma nova – e mais madura – fatia de mercado. Uso moderadamente, mas já assisto bastante e anoto várias boas dicas. E é com olhar de usuária que listo o que mais {e menos} gosto e conto quem é minha snapper favorita!

melhor do snapchat

COMO EU ENXERGO… adianto que não sou especialista profissional em mídias sociais, mas sim apenas mais uma usuária! Mas, pra mim, o snap é um mix de Twitter com Instagram. Ou seja, vídeos e imagens pontuais, com uma duração máxima definida. Da mesma forma que o Twitter limita o número de caracteres para que sejam passadas mensagens curtas {não há sentido em publicar um texto de dois mil toques em tweets seguidos, né?!}, enxergo uma razão para o limite dos dez segundos: takes rápidos variados!
AMO MUITO… quando o usuário faz o mix ideal de sua visão do mundo {aquilo que ele está enxergando no momento!}, dicas aleatórias, bom-humor e paisagens interessantes de lugares que queremos ver mais de pertinho.
NÃO CURTO TANTO… o equivalente do texto de dois mil toques postado no Twitter, ou seja, uma palestra de mil takes seguidos da pessoa conversando com a câmera. Eu sou uma fã de Periscope, vocês sabem! E acredito que se o intuito é bater um papo sem limite de segundos ele é mais indicado. Por um simples motivo: o snap corta a fala da pessoa sem dó nem piedade, daí acaba apressando-a e/ou fazendo-a repetir pra conseguir encaixar a sequência de ideias.
ALERTA-PÂNICO… em mídia social, cada um tem suas preferências e irritações, mas eu sou uma defensora do ‘VALE TUDO’ – que cada um siga quem gosta, que cada um use como prefere e que todos sejam felizes! Mas no Snap tenho um único alerta ‘NÃO PODE’! Eu sei que o trânsito de cidades como SP é um tédio, eu sei que nós, mulheres (maioria nesta rede), somos multitarefas e não conseguimos fazer apenas uma coisa por vez, eu sei que eu sou uma tia velha chata. Mas dirigir e usar o snap é MUITO perigoso {algo muito comum infelizmente} e coloca não só você, mas as outras pessoas do trânsito em risco. A pessoa para de olhar pra frente pra olhar pra câmera, reduz sua concentração no volante e, de quebra, me deixa desesperada enquanto assisto. Se tiver crianças no banco de trás então, eu fico igual aquele emoji de macaquinho tapando os olhos! Por favor, não façam isso, escutem a tia véia!
MINHA FAVORITA… acompanho pouco mais de trinta pessoas e adoro todas que sigo, como fashionismo, gabrielaganem, matranchesi, fabisaba, luizamssouza, stylemarket e cmoficial. Mas minha #1 favorita absoluta é a modelo Martha Graeff {marthagraeff}. Linda, cada dia numa cidade mais incrível do mundo, ela faz com maestria o tal mix pessoal + dicas úteis que citei no começo. Nunca é só sobre ela, mas sempre tem sua visão cheia de estilo envolvida. Indico como um ‘tem que seguir já’!

Martha Graeff
#marthagraeff



Você vai gostar também...


Rituais de beleza para peles que mudam com o clima

por Alessandra Garattoni em 24 de junho de 2015
tags: ,

Não sei se mais gente passa por isso, mas minha pele é… instável {pensei em algumas palavras que definiriam melhor, mas fiquei com medo de soar politicamente incorreto nos padrões atuais!}. Funciona assim: no Rio, ela é mista; no geral, ela é normal; se uso muitos produtos – uma tendência das maníacas por novidades de beauté –, desenvolvo acne cosmética; nos dias mais frios e/ou secos, ela se torna super ressecada. E note que tudo isso pode acontecer em uma mesma semana. Instável, afinal!

Por conta disso, minha prateleira de beleza acaba se tornando um retrato da instabilidade do meu rosto. O lado bom? Já descobri produtos para todos os tipos de pele e sei o que me salva de uma ou outra situação. Eis um top 3 para cada situação…

rituais de beleza

QUANDO ESTÁ MISTA…
Produtos teen acabam sendo minha escolha muitas vezes neste caso, por isso adoro a linha Clean & Clear, da Johnson’s – destaque para o tônico Morning Energy, que comprei há pouco tempo. Para limpeza, amo o Dermotivin em mousse {comprei a versão com escovinha na ponta recentemente, mas não achei que vale a pena, prefiro usar o normal – mais barato, inclusive! – com meu Clarisonic, o terceiro indispensável nesta fase}.

QUANDO VEM ACNE COSMÉTICA…
Parece punição: “sua pele não tem nenhum problema, pra que se entupir de produtos fortes assim por quê?”, e lá vem o primeiro sinal de acne cosmética. Quando é esse o caso, tentar consertar com mais e mais itens só piora. Meu salva-vidas? Água boricada num algodão e só. Esse tópico, então, não tem um top 3, porque (ao menos por aqui), pra recuperar uma pele ex-normal, menos é mais.

QUANDO ESTÁ NORMAL…
Tento, por conta da explicação do tópico acima, usar basicamente produtos mais leves. Não por acaso me apaixonei por marcas como Lush, Caudalie e Aesop {ontem finalmente vi a de SP inaugurando quando passava em frente, postei no meu Snap, já me acompanha lá?!}. Amo a linha Parsley Seed da Aesop, em especial o tônico (o melhor!) e o sérum, super leve e eficiente. De manhã, na maior parte das vezes, prefiro só água gelada e um spray de Beauty Elixir, da Caudalie.

QUANDO ESTÁ SECA/RESSECADA…
Na semana passada, fiz este post especial de produtos para o corpo nos dias mais frios. No rosto, os tônicos salvam a pele, literalmente: do baratinho sem álcool da Neutrogena (embalagem azul, peles normais a secas) ao delicioso Lotion Confort, da Chanel – um dos produtos mais cheirosos do mundo! Para hidratar, o gel hidratante da Clinique, parte de uma das linhas de beleza mais vendidas do planeta (existe também a versão loção, mais forte e indicada para peles secas, mas pra mim o produto em gel já atende e hidrata o suficiente).



Você vai gostar também...




< >
SIGA @ALEGARATTONI