ALE GARATTONI

Carioca em SP, leonina, mãe da MH. Este blog é o meu hobby-recreio e aqui você vai ler posts que agradam aos olhos, à mente, à energia. Com beleza, suspiros e leveza! Cuide de sua alma e inspire-se, para ser & fazer melhor.

Emprego dos Sonhos

Do DutyFree ao topo do mundo dos maquiadores: uma história real inspiradora

27 de fevereiro de 2014

Em 99,9% das vezes, as histórias profissionais inspiradoras que você lê aqui no blog são protagonizadas por meninas – uma herança do tempo em que ele se chamava ItGirls.com.br, provavelmente! Mas hoje tenho um excelente motivo para fugir à antiga regra e apresentar um exemplo masculino: o brasileiro Aguinaldo Leandro, hoje conhecido mundialmente como Guy de Givenchy, começou sua estreladíssima carreira como… vendedor em um DutyFree.

Guy evoluiu a treinador das linhas de maquiagem, foi recrutado pela Givenchy, se mudou para Miami para ser o treinador oficial da marca francesa nos Estados Unidos e finalmente chegou a Paris, onde se tornou um dos cinco make-up artists oficiais da empresa. Como o brasileiro conquistou trajetória tão estrelada? Esta é a pergunta respondida neste post, uma entrevista muito bacana que tive a chance de fazer com ele…
{depois de cada resposta, coloquei a “lição da vez”, observações minhas que servem de dicas inspiradas na história do entrevistado}

maquiagens

Quando você trabalhava no Duty Free, como vendedor, já visualizava – ou mesmo planejava racionalmente – o que estava por vir?
Jamais imaginaria me tornar um maquiador. As portas foram se abrindo, até que cheguei lá. Tudo graças à “universidade Duty Free”, na qual aprendi muito. Foi por conta dessa experiência que consegui, depois de estudar Arte e Técnica do Design, ser um profissional da beleza, atuando internacionalmente.
lição da vez: aproveite todas as oportunidades em todos os empregos, encare qualquer cargo como uma faculdade extra e absorva o melhor de cada fase!

Sua história é a de um autêntico self-made man. Muita gente ainda acha que só se cresce nas áreas de moda e beleza quando se tem padrinhos, indicações gratuitas. Muita gente ainda pouco acredita na meritocracia. O que você tem a dizer para estas pessoas? Qual o melhor conselho que poderia compartilhar com quem também deseja “chegar lá”?!
É preciso acreditar na sua capacidade, mostrar o seu melhor e investir em si. Eu, sem saber exatamente o que estava por vir, comecei a estudar inglês, francês… Seja arrojado, não desmorone com barreiras, não tema! E todo o cuidado para não tornar-se arrogante e blasé. Muitos se perdem por se deslumbrar, por não saber lidar com ascensões e upgrades na carreira.
lição da vez: jamais pare de aprender algo novo, entenda que cair e levantar faz parte da vida adulta e tome todo o cuidado do mundo para não cair nas armadilhas do próprio ego!

Guy de Givenchy

Agora um momento-beauté: pense em uma menina que esteja começando uma coleção de maquiagens e não quer/não pode gastar muito. Quais os três produtos Givenchy que você recomenda como investimento inicial de modo que ela possa mesclá-lo com outros de menor preço neste começo?
Um bom corretivo, uma máscara de cílios fácil de usar e um batom que hidrate e dê uma cor ao make fazem o trio. Indico o corretivo Mister Light, a máscara Phenomen’ Eyes – esférica, fácil de usar e totalmente original! – e o batom Le Rouge (na foto abaixo, está a cor número 306).

maquiagens Givenchy

{imagens: Rodrigo Zorzi (pincéis) e divulgação (retrato e stills)}

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

  1. Dyana Em 27/02/2014

    Nossa, que trajeto! Antes de ler, eu jamais pensaria que ser vendedor no Duty Free pudesse levar a algo diferente (dentro da empresa) de se tornar gerente do Duty Free.
    Se preparar é mesmo muito importante e aprender a visualizar outras possibilidades também.




  2. Gabriela Em 27/02/2014

    Inspirador!!!!!
    E’ tao gostoso ouvir de alguem que passou pela experiencia que e’ possivel, sim, se colocar numa area por merito proprio, mas e’ complicado perceber que isso e’ possivel ja que muitos profissionais insistem na ideia contraria. :/
    Obrigada por compartilhar a entrevista com a gente, Ale!

    beijo!




  3. Mariana Fonseca Em 27/02/2014

    acho que a grande lição de tudo é nunca deixar de acreditar em si mesmo e no seu trabalho né? sempre inspirador ver histórias assim (:




  4. fernanda santos Em 27/02/2014

    Nossa eu fiquei ate mais feliz hoje….




  5. Kimberly Em 03/03/2014

    Nossa, realmente inspirador!
    Ale, você poderia fazer um post com dicas para alguém que está pensando em criar um blog ou a recém começou um. Beijos!




Deixe seu Comentário