ALE GARATTONI

Carioca em SP, leonina, mãe da MH. Este blog é o meu hobby-recreio e aqui você vai ler posts que agradam aos olhos, à mente, à energia. Com beleza, suspiros e leveza! Cuide de sua alma e inspire-se, para ser & fazer melhor.

Mães & Filhos

Carrinhos de bebê: Stokke Xplory & City Mini

11 de junho de 2014

Já na gravidez, soube de amigas que compravam meia dúzia de carrinhos até finalmente se entenderem com um. Sim, porque taí uma relação que vai pedir muito, muito amor para ser duradoura e satisfatória. Essa é uma escolha pra lá de pessoal e o que foi bom pra uma mãe não necessariamente vai atender todas as outras. Por isso, veja vídeos demonstrativos no YouTube, liste suas prioridades e, se possível, faça um test-drive antes de definir sua(s) compra(s). Não sei se por foco definido ou sorte (já que não cheguei a fazer o tal test-drive), eu fiquei 100% satisfeita com os meus dois modelos.

POR QUE DOIS CARRINHOS?
“Se eu estava satisfeita, por que não parei no primeiro”, você pode estar se perguntando. Embora muitos carrinhos ofereçam alternativas para acompanhar o bebê do nascimento até os três, quatro anos, eu (alerta “isso é uma opinião 100% pessoal!”) enxergo duas prioridades muito distintas: foco no conforto total até seis meses e foco na praticidade a partir de seis meses, quando bebê já está mais durinho. E estes dois focos dificilmente andam juntos em um único modelo.

Stokke Xplory e Mini City

O CONFORTO DO STOKKE XPLORY
Minha primeira decisão de compra de enxoval, o Stokke é lindo, mas segue a linha ame ou odeie (eu amo!). Embora a maioria das críticas venha de quem desistiu de comprar ao ouvir que ele é um trambolhão (o que não deixa de ser verdade, de forma alguma!), há mães que enjoam de seu abre e fecha menos prático quando comparado ao de um carrinho guarda-chuva – eu mesma, apesar de amar, tenho que amarrar minha preguiça para optar em sair com ele se o passeio em questão incluir o abre-fecha. Usei bem nos primeiros seis meses. Mais ainda nos dois primeiros meses, quando, com o moisés, ele fazia as vezes de caminha para MH no meu quarto.
Amo: ele é alto, um bálsamo para uma mamãe que tem 1m76 e não precisa ficar se encolhendo para colocar e tirar a criança.
Ponto positivo: a segurança dele é imbatível. A criança fica superprotegida na cadeirinha, que tem uma barra em volta.
É ok: o abre e fecha só é chato se a gente compara com outros modelos em que isso é praticamente automático. Embora seja necessário separar base e cadeirinha, depois que você se habitua ao processo, ele é bem rápido – juro que faço tudo em uns 30 segundos (mas o papai, que não teve boa vontade com ele, até hoje não sabe operá-lo!)!
Atenção: é importante verificar as medidas da mala de seu carro antes da compra. Veículos menores talvez não suportem a base, que fica grande mesmo fechada.
Ponto negativo: nas ruas irregulares e esburacadas de São Paulo, admito que dirigi-lo não é das tarefas mais atraentes. Por conta disso, hoje em dia ele acaba sendo mais usado para passeios curtos e/ou por locais como shoppings.
Apetrechos: o carrinho já vem com uma capa de chuva e uma ótima bolsa que é acoplada em seu pé – a alegria das anti-bolsa-de-bebê! Compre também o porta-copos e, se puder, não abra mão do moisés, que, ainda que por poucos meses, é mega útil.
Vídeo demonstração, abaixo

A PRATICIDADE DO BABY JOGGER CITY MINI
Quando MH fez seis meses, comprei esse com o intuito de ser “um segundo carrinho para usar em viagens”, já que colocar o Stokke na estrada (ou, pior ainda, no avião) não parecia a opção mais atraente. O que era pra ser usado apenas em férias se tornou uma ameaça diária à soberania do primeiro carrinho! Delicioso de dirigir mesmo nas mais esburacadas ruas, tem ainda um abre-fecha que não é problema nem pra quem está sozinha com um bebê (você faz tudo com apenas uma mão, enquanto segura o bebê no colo com o outro braço). Super simples, menos confortável para a criança, mas absolutamente viciante!
Amo: a praticidade e a “suspensão” (modo de falar, não entendo nada de carro, mas é como me refiro ao fato dele encarar qualquer terreno numa ótima!).
Ponto positivo: ele tem design super simples, mas cumpre bem sua função-transporte. Em dias de chuva leve, dispensa até a capa, pois sua capota fecha até praticamente a frente da criança.
É ok: ele tem apenas uma cestinha embaixo para carregar bolsas e apetrechos, mas ela atende bem a necessidade do dia a dia.
Atenção: sua cadeirinha não tem sustentação para bebês que ainda não estejam durinhos, que podem ficar meio soltos. Existe a opção de acoplar bebê-conforto, mas nunca usei dessa forma.
Ponto negativo: entre os opcionais, até há a opção de comprar uma barra protetora, mas ela precisaria ser removida antes de fechar e isso acaba tirando a vantagem da praticidade absoluta. Mesma questão para o uso do protetor de carrinho. Por conta disso, uso sem ambos. Nada grave, mas preferia que houvesse essa opção sem prejudicar o funcionamento.
Vídeo demonstração, abaixo

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

  1. Deborah Em 12/06/2014

    Oi Alê! Acabei comprando o Britax B-Agile, que é “inspired” no City Mini, rs.
    A Maria está com 7 meses e ele sempre me atendeu super bem!
    Usei muito o bb conforto, que ate hoje uso quando vamos sair, pois a base ja fica no carro e ate os 13kg o bb conforto pode ser usado como a cadeirinha no carro. Não comprei moises, mas acho que se fosse hoje teria comprado, viu… Tivemos que improvisar pra Maria dormir no quarto no primeiro mes (pq, claro, eu tinha certeza que ela iria direto pro berço… Ledo engano de mae de primeira viagem).
    O que me convenceu de comprar foi a praticidade do abre e fecha e o preço fantastico.
    Tive a oportunidade de fazer test drive em varias, inclusive os 4 que pre selecionei antes de viajar. Mas esse me conquistou.. Bjs




  2. Marina Em 12/06/2014

    Oi Ale, fiquei mto feliz com o post de hoje, por que estou gravida e ainda não usei nada, mas escolhi exatamente esses dois carrinhos e já estão em casa esperando minha pequena nascer. Adorei a coincidência e principalmente que vc gostou das suas duas opções!!! Beijos




  3. Luana Em 16/06/2014

    Oi Ale,

    Fiquei super na duvida quando fui comprar meu carrinho. Comprei o bugaboo bee e estou super satisfeita. Ele pode ser usado desde o nascimento com o cocoon (especie de moises) e depois eh super pratico com o bebe maior.

    Amo o design do Stokke, mas nao compraria, pois vejo que muitas amigas minhas que compraram usaram apenas 6 meses e vamos combinar que o valor dele eh bem caro ne?

    Nunca tinha comentado, mas adoro o blog! 🙂

    Beijos




  4. Carolina Em 18/06/2014

    Ambas as opções são ótimas. Eu tenho um Stokke Xplory e amo ele de paixão. Minha cunhada tem um city mini e também é uma ótima opção. Pra mim, a escolha entre os dois vai da mãe, já que eles são bem completos. Parabéns pelo seu blog, beijinhos!




  5. Gisele Em 26/06/2014

    Ale, fiz exatamente as mesmas escolhas que você.
    Amo o Stokke e não me arrependo em nada.
    Mas o City mini, me arrependi de não ter comprado o select, que é bem parecido, mas comporta duas cadeirinhas. Estou grávida de novo e agora quero trocar o city pelo select!




  6. Gabriela Em 01/07/2014

    Oi Ale. Achei o seu post sobre o stokke excelente! Uma sugestão: quero muito comprar um, mas achar um usado está superrrrr complicado! Quem sabe não abrir um espaço para o desapego das mães de plantão?!
    Bjos




  7. Elaine Violini Em 18/07/2014

    Bom Dia Alê, concordo com o seu texto. Super coerente e esclarecedor. Pontos destacados super objetivos. Eu segui a mesma linha, só que o quinny Buzz , usei até 9 meses. E depois comprei o modelo guarda chuva da McLaren (como gosto de viajar bastante com ela), está sendo super amado pela mamãe aqui!
    Beijo e vou mandar o texto para uma amiga q quer comprar o Stooke.




  8. Carla Miranda Em 22/11/2014

    Olá pessoal?

    Alguém vendendo um stokke xplory para menino?
    Att.
    Carla Miranda




  9. Claudia Lucia Faria de Abreu Em 17/02/2015

    Minha filha está gravida e leu muito acrespeito dos carrinhos de Baby.Esta apaixonada pelo Stokke Xplory.
    Fui ver o preço mas está muito caro,quero pedir a sua ajuda para saber se aqui no Brasil eu poderia comprar um de segunda mão?Obrigada aguardo contato




  10. carina macedo Em 21/03/2015

    Ale vc nao tem interesse em vender o carrinho stokke? Queria muito um desses…

    Ainda não decidi 100% se terei um segundo filho! Até o fim do ano vou bater o martelo, se eu fechar a fábrica, vou vender! Mas por enquanto prefiro deixar aqui – até porque MH ainda usa um pouco!!
    bjobjo




  11. Pamela braga Em 01/04/2015

    Bom dia mamães,

    Estou a procura de um Stokke xplory para minha princesa que irá chegar este mês, se alguém tiver interesse ou conhecer alguém que tenha em vender um semi novo em boas condições eu tenho interesse em comprar!!! Sou do rio, se alguém puder me ajudar.

    Meu e-mail e pamelasbraga@hotmail.com
    Desde já grata
    Aguardo retorno
    Pamela
    Bjs




  12. Talita Em 29/04/2015

    Oi boa noite!!! Passei por essa saga de alguns carrinhos! O primeiro quinny buzz, amei de paixão, mas como o explory era inviável para o José maior, optei por um guarda chuva da chicco, José detestou, acho que achou meio duro, comprei um triciclo Jeep, mas pra carregar em viagens impossível! Até que achei o baby jogger igual o seu, mas comprei a barra de proteção e não a tiro para fechar! Acho que existem dois tipos, a do meu comprei na bebê store! Boa sorte! Ahh o mais importante José ama esse carrinho! E o melhor ele vai até 23 kg, pra mim foi ótimo já que ele com 1 ano e 2 meses já está com 13,5 kg rss! Espero ter ajudado! Bjs




  13. Roana Mendonça Em 13/07/2015

    Se alguém estiver desapegando, eu compro!!!

    roana_mendonca@yahoo.com.br




  14. Rosana Em 22/07/2015

    Adorei a resenha sobre os carrinhos! Ainda não me decidi por qual carrinho comprar, são tantas opções que a gente fica até tonta. Tb sou apaixonada pelo stokke xplory principalmente pela minha altura 1,84m. Me indicaram uma loja em São Paulo chamada BearBerry que vende o xplory por preço de dólar antigo e está saindo por R$4.017,00 e parcelam em 10x. Lá fora custa U$1.100,00. Então a diferença tá muito pouca. Quem quiser desapegar é vender o usado também acho uma excelente alternativa, aliás, Alê, pq vc não monta um espaço no seu blog para as mamães fazerem um bazar para as futuras mamães? Fica a dica aqui! Beijokas enormes!




  15. Rita Em 09/11/2015

    Meninas, também tenho interesse no xplory..caso alguém se interesse em vender..




  16. Marcella Em 23/01/2016

    Olá, alguém sabe me informar onde compro o bebê conforto do carrinho Stokke Scoot ?




  17. Ra Em 20/05/2016

    pequisei a loja BearBerry em SP se encontra fechada.




  18. Juliana Em 01/06/2016

    Vc já vendeu seu carrinho strokke?
    Estou procurando desapego p comprar

    Você é de SP? Só agora começo a pensar em vender! Me manda email? contato@alegarattoni.com.br?
    bjo




Deixe seu Comentário